A PESCA DE Hemiodus unimaculatus (BLOCH, 1794) NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA USINA HIDRELÉTRICA DE TUCURUÍ, PARÁ, BRASIL

  • Israel Hidenburgo Aniceto Cintra Instituto Socioambiental e dos Recursos Hídricos, Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Jossandra Carvalho da Rocha Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura, Governo do Estado do Pará
  • Luiza Nakayama Departamento de Biologia, Universidade Federal do Pará
  • Jeronimo Carvalho Martins Engenheiro de Pesca, Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Kátia Cristina de Araújo Silva Instituto Socioambiental e dos Recursos Hídricos, Universidade Federal Rural da Amazônia
Palavras-chave: UHE Tucuruí, jatuarana-escama-grossa, Tocantins, pesca artesanal.

Resumo

A pesca na área de influência do reservatório da Usina Hidrelétrica de Tucuruí é uma atividade que gera alimento, emprego e renda para pescadores da região. A jatuarana-escama-grossa Hemiodus unimaculatus se destaca como uma das principais espécies desembarcadas na região. No período de julho a outubro de 2010 foram realizadas, nas três regiões na área de influência da UHE de Tucuruí (montante, reservatório e jusante), expedições na região para coleta de dados, com observações de campo e entrevistas realizadas junto aos pescadores, orientadas por questionários semi-estruturados. As informações obtidas relacionaram-se a caracterização da pescaria, apetrechos de pesca, conservação do pescado durante a pesca e impactos inerentes a atividade pesqueira. A pesca ocorre em todos os meses do ano, contudo existe um período de “safra”, no qual a captura é realizada quase que exclusivamente por redes de emalhar. A pescaria é favorecida no verão quando as águas estão baixas, facilitando a captura dos cardumes em áreas de beiradões e praias.

Biografia do Autor

Israel Hidenburgo Aniceto Cintra, Instituto Socioambiental e dos Recursos Hídricos, Universidade Federal Rural da Amazônia
Possui Graduação em Engenharia de Pesca (1988), Especialização em Tecnologia de Produtos Pesqueiros (1991), Mestrado em Engenharia de Pesca (1996) e Doutorado em Engenharia de Pesca (2009) pela Universidade Federal do Ceará. É professor do Curso de Engenharia de Pesca e do Programa de Pos-graduação em Aquicultura e Recursos Aquaticos Tropicais da Universidade Federal Rural da Amazônia. Atualmente e o Editor Chefe do Boletim Tecnico Cientifico do Cepnor. Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, com ênfase em Dinâmica Populacional de Crustáceos e Ciência e Tecnologia do Pescado, atuando principalmente nos seguintes temas: Programa revizee, lagosta, caranguejo uçá, camarão rosa, mapará, pescada branca, curimatá, jatuarana, camarão do amazonas, rio Tocantins, UHE Tucuruí e pesca na Amazônia (industrial e artesanal).
Jossandra Carvalho da Rocha, Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura, Governo do Estado do Pará
Luiza Nakayama, Departamento de Biologia, Universidade Federal do Pará
Jeronimo Carvalho Martins, Engenheiro de Pesca, Universidade Federal Rural da Amazônia
Kátia Cristina de Araújo Silva, Instituto Socioambiental e dos Recursos Hídricos, Universidade Federal Rural da Amazônia
Publicado
2013-11-20
Seção
Artigo