JORNALISMO E TRATAMENTO DE GÊNERO

COMO HOMENS E MULHERES FORAM RETRATADOS NO PORTAL G1 GOIÁS ENTRE MARÇO E ABRIL DE 2021

  • Taissa Gracik Tome
  • Rosana Maria Ribeiro Borges Universidade Federal de Goiás

Resumo

O trabalho objetivou analisar a forma como os gêneros masculino e feminino apareceram nas notícias do portal jornalístico G1 Goiás entre março e abril de 2021. A temática se propõe a entender, por meio de uma pesquisa qualitativa, a influência de uma sociedade patriarcal no fazer jornalístico e a forma como ambos os gêneros citados são tratados nas abordagens do Portal. Entende-se que a reflexão acerca da forma como homens e mulheres são representados através do jornalismo infere em uma percepção do meio em que se está inserido e, por isso, a pesquisa se faz significativa tanto em meios acadêmicos quanto fora deles. Para tanto, foi necessário a definição e debate dos conceitos de gênero e as relações sociais que os envolvem, além do fazer jornalístico e do próprio jornalismo, que foi complementado com as ideias de notícia e reportagem, que envolvem diretamente o objeto deste estudo. Ademais, através do estudo de caso do Portal, viabilizado pelo levantamento bibliográfico, pela coleta de dados e pela análise de conteúdo, foi possível confirmar a hipótese de que raízes sociais de um machismo estrutural influenciam na forma como o jornalismo acontece e no modo como homens e mulheres são representados pelo G1 Goiás.

Publicado
2022-02-15
Seção
Dossiê “Nossos Corpos de Todos os Dias" (Parte 02)