REINTRODUZINDO O RELATÓRIO HISTÓRICO-ANTROPOLÓGICO DO MOCAMBO DE PORTO DA FOLHA VINTE ANOS DEPOIS

  • José Maurício Arruti UNICAMP

Resumo

Este é o relatório histórico antropológico da comunidade do Mocambo, produzido entre 1995 e 1997 como peça do processo de reconhecimento desta comunidade como remanescente de quilombos. O relatório descreve características gerais deste grupo social, seus usos da terra, suas relações com demais grupos sociais vizinhos, em especial os índios Xokó, assim como uma descrição do conflito fundiário que deu origem à mobilização quilombola. Para isso o relatório reflete também sobre o modo de organização da memória do grupo e sua relação com a história regional. A diferença desta versão com relação ao texto do relatório original é o acréscimo de uma nova introdução, na qual oferecemos uma ampla contextualização do trabalho e acrescentamos considerações críticas sobre dois tópicos: a relação entre o princípio da auto-atribuição e as controvérsias públicas produzidas em torno do reconhecimento, e sobre o equilíbrio ou a oscilação entre o caráter técnico e o caráter científico dos Relatórios e Laudos antropológicos.

Biografia do Autor

José Maurício Arruti, UNICAMP
Historiador, antropólogo, professor do Departamento de Antropologia do IFCH / UNICAMP
Publicado
2016-08-24
Seção
Dossiê: Identidades Quilombolas