Como os rótulos afetam a percepção de gênero em Cumbe

  • Stephany Justine Ganga Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Histórias em Quadrinhos, Cumbe - Obra literária, Gênero discursivo

Resumo

Este estudo tem como proposta observar as instabilidades na percepção do gênero discursivo das histórias em quadrinhos em formato de livro, analisando o premiado “Cumbe”, do quadrinista e ilustrador brasileiro Marcelo D’Salete. Para a análise, será adotada a edição publicada pela editora Veneta de 2018. Partindo da constatação que existe uma pluralidade de rótulos utilizados para nomear o objeto de estudo em questão. Constatamos que essa diversidade de rótulos é consequência de uma imprecisão da forma como o gênero é percebido pelo público leitor. A pesquisa adotou como a observação dos paratextos da publicação e de matérias sobre as histórias em quadrinhos veiculadas à mídias digitais. Utilizando Maingueneau (2009) e Bakhtin (2000) para abordar a questão dos gêneros e dos rótulos. Também foram trabalhos os rótulos “novela gráfica”, “romance gráfico” e “graphic novel” presentes em livros de quadrinhos publicados, utilizando os trabalhos de García (2012), Ramos e Figueira (2014), utilizando a perspectiva de Genette (2009) acerca dos paratextos editoriais.

Biografia do Autor

Stephany Justine Ganga, Universidade Federal de São Paulo

Graduanda em Letras Português/Inglês pela Universidade Federal de São Paulo. LATTES ID: http://lattes.cnpq.br/3398354592559198.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000, p. 279-325.
BRASIL. Ministério da Educação. PNLD. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=12391:pnld. Acesso em: 21 jun. 2020.
BRITO, Karoline Caetano. Paratextos Ficcionais em Watchmen. 2018. 189 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de São Paulo, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, SP. Disponível em: https://www.academia.edu/40870820/Paratextos_Ficcionais_em_Watchmen. Acesso em: 09 jun. 2020.
D’SALETE, Marcelo. Cumbe. 2. ed. São Paulo: Veneta, 2018.
GARCÍA, Santiago. A novela gráfica. Tradução: Magda Lopes. São Paulo: Martins Fontes - selo Martins, 2012.
GENETTE, Gérard. Paratextos Editoriais. Tradução: Álvaro Faleiros. 2. ed. Cotia: Ateliê Editorial, 2009.
GONÇALO JUNIOR. A guerra dos gibis: a formação do mercado editorial brasileiro e a censura dos quadrinhos, 1933-64. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
MAINGUENEAU, Dominique. Discurso literário. Tradução: Adair Sobral. 1. ed., 1. reimpr. São Paulo: Contexto, 2009.
RAMOS, Paulo. A leitura dos quadrinhos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2012.
RAMOS, Paulo; FIGUEIRA, Diego. Graphic novel, narrativa gráfica ou romance gráfico? Terminologias distintas para um mesmo rótulo. In: RAMOS, Paulo; VERGUEIRO,
Waldomiro; FIGUEIRA, Diego (Orgs.). Quadrinhos e literatura: diálogos possíveis. 1. ed. São Paulo: Criativo, 2014. p. 185-207.
BATTAGLIA, Rafael. 5 HQs para conhecer Marcelo d`Salete, brasileiro vencedor do prêmio Eisner. Super Interessante. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundoestranho/
5-hqs-para-conhecer-marcelo-dsalete-brasileiro-vencedor-do-premio-eisner/. Acesso em: 01 mar. 2020.
CANONICI, Isis. Cumbe, de Marcelo D’Salete, ganha o prêmio Eisner na categoria Melhor edição Americana de material estrangeiro. Epílogo. Disponível em: https://epilogo.art.br/cumbe-marcelo-dsalete-hq/. Acesso em: 01 mar. 2020.
CODESPOTI, Sérgio. Cumbe, de Marcelo D’Salete, ganhou o Prêmio Eisner. Universo HQ. Disponível em: http://www.universohq.com/noticias/cumbe-de-marcelo-dsalete-ganhou-opremio-
eisner/. Acesso em: 01 mar. 2020.
D’ANGELO, Helô. Brasileiro é indicado ao ‘Oscar dos quadrinhos’ com HQ sobre escravidão. Revista Cult. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/cumbemarcelo-dsalete-premio-eisner/. Acesso em: 01 mar. 2020.
DINIZ, Cláudio. Cumbe de Marcelo D’Salete: um Eisner e muitos significados. Sobre Livros. Disponível em: https://www.sobrelivros.com.br/cumbe-de-marcelo-dsalete-umeisner-e-muitos-significados/. Acesso em: 01 mar. 2020.
DOMENICI, Thiago. “Tentei me aproximar da extrema brutalidade com os negros”. Publica. Disponível em: https://apublica.org/2018/08/tentei-me-aproximar-da-extrema-brutalidadecom-
os-negros/. Acesso em: 01 mar. 2020.
EM HQs premiadas, artista Marcelo D'Salete aborda a escravidão no Brasil. GaúchaZH. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/livros/noticia/2018/11/em-hqspremiadas-
artista-marcelo-d-salete-aborda-a-escravidao-no-brasilcjoiownun0e0k01pib4yr41a4. html. Acesso em: 01 mar. 2020.
FLORO, Paulo. Crítica – HQ: Cumbe, de Marcelo D’Salete. Revista O Grito. Disponível em: https://www.revistaogrito.com/critica-hq-cumbe-de-marcelo-dsalete/. Acesso em: 01 mar. 2020.
FOLHAPRESS. HQ do brasileiro Marcelo D'Salete vence o Eisner, maior prêmio de
quadrinhos do mundo. Folha de Pernambuco. Disponível em: https://www.folhape.com.br/DIVERSAO/2330-HQ-BRASILEIRO-MARCELO-SALETEVENCE-EISNER-MAIOR-PREMIO-QUADRINHOS-MUNDO/75650/. Acesso em: 01 mar. 2020.
GIANNINI, Alessandro. HQ de Marcelo D'Salete sobre escravidão é indicada ao Eisner. O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/cultura/livros/hq-de-marcelo-dsalete-sobreescravidao-
indicada-ao-eisner-22634208. Acesso em: 01 mar. 2020.
GIANNINI, Alessandro. HQ do brasileiro Marcelo D'Salete sobre escravidão ganha o Eisner. O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/cultura/hq-do-brasileiro-marcelo-dsaletesobre-
escravidao-ganha-eisner-22907815. Acesso em: 01 mar. 2020.
GUIMARÃES, Fabiane. HQ 'Cumbe', de Marcelo D'Salete, recebe prêmio Eisner. Metro Brasília. Disponível em: https://www.metrojornal.com.br/entretenimento/2018/07/30/hqcumbe-
de-marcelo-dsalete-recebe-premio-eisner.html. Acesso em: 01 mar. 2020.
HQ do brasileiro Marcelo D'Salete vence o Eisner, maior prêmio de quadrinhos do mundo. Folha de São Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2018/07/quadrinista-marcelo-dsalete-vence-o-eisnermaior-premio-de-quadrinhos-do-mundo.shtml. Acesso em: 01 mar. 2020.
IACONIS, Heloísa. Marcelo D’Salete concorre ao Oscar dos quadrinhos. Itaú Cultural.Disponível em: https://www.itaucultural.org.br/marcelo-d-salete-concorre-ao-oscar-dosquadrinhos. Acesso em: 01 mar. 2020.
JESUS, Matheus Gato de. CUMBE: SOL, FOGO E FORÇA. O Menelick 2º ato. Disponível em: http://www.omenelick2ato.com/artes-literarias/sol-fogo-e-forca. Acesso em: 01 mar. 2020.
LAPA, Isabela. Cumbe, de Marcelo d'Salete. Universo dos Leitores. Disponível em: http://www.universodosleitores.com/2015/07/cumbe-de-marcelo-dsalete.html. Acesso em: 01 mar. 2020.
MORCELLI, Felipe. [#FLIP] Em exclusiva, Marcelo D’Salete fala de Cumbe, Eisner, Literatura e muito mais!. Terra Zero. Disponível em: http://www.terrazero.com.br/2018/07/flip-marcelo-dsalete-cumbe/. Acesso em: 01 mar. 2020.
RAMOS, Ricardo. CUMBE | GRAPHIC NOVEL DE MARCELO D’SALETE É RELANÇADA PELA EDITORA VENETA. Torre de Vigilância. Disponível em: https://www.torredevigilancia.com/cumbe-graphic-novel-de-marcelo-dsalete-e-relancadapela-editora-veneta/. Acesso em: 01 mar. 2020.
SOBOTA, Guilherme. Marcelo D’Salete vence o prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. Estadão. Disponível em: https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,marcelo-dsaletevence-
o-premio-eisner-o-oscar-dos-quadrinhos,70002409981. Acesso em: 01 mar. 2020.
VERGUEIRO, Ricardo. Cumbe. Sentimento de Leitor. Disponível em: https://sentimentodeleitor.com.br/resenhas/cumbe/. Acesso em: 01 mar. 2020.
Publicado
2021-09-23