A CRUZADA ALBIGENSE: UMA ANÁLISE HISTORIOGRÁFICA

  • Ives Leocelso Silva Costa Mestrando em História (PROHIS-UFS), Bolsista da CAPES, Integrante do Grupo de Estudos Dominium: Estudos sobre o Senhorio (CNPq-UFS)

Resumo

A Cruzada Albigense (1209-1229) consistiu numa série de violentas campanhas militares promovidas pelo papado, em aliança com a coroa francesa, visando eliminar a heresia dos cátaros, disseminada na região sul da França conhecida como Languedoc ou Occitânia. Este artigo consiste em uma revisão bibliográfica de produções a respeito do tema, buscando analisar as causas do conflito - das crenças cátaras, às peculiaridades políticas do Languedoc – e a forma como esta Cruzada alterou as relações de poder na região, instaurando a hegemonia católica e expandindo o controle monárquico dos Capetos. Além disso, será discutida a História da historiografia da Cruzada Albigense, destacando a forma pela qual as circunstâncias políticas e culturais de cada época moldaram os discursos produzidos sobre este evento medieval.

Biografia do Autor

Ives Leocelso Silva Costa, Mestrando em História (PROHIS-UFS), Bolsista da CAPES, Integrante do Grupo de Estudos Dominium: Estudos sobre o Senhorio (CNPq-UFS)
Mestrando em História (PROHIS-UFS), Bolsista da CAPES, Integrante do Grupo de Estudos Dominium: Estudos sobre o Senhorio (CNPq-UFS)
Publicado
2018-11-12