UM CRIME CONTRA A HONRA: Análise em um Processo de Defloramento na capital sergipana (1920).

  • Jôycimara Ferreira Barreto Graduada em História pelo Centro Universitário AGES – Licenciatura. Pós-graduação em Gestão Escolar pela Faculdade do Imigrante – Faveni. Mestranda em História pelo Universidade Federal de Alagoas – UFAL

Resumo

O referido artigo vai abordar sobre um processo crime que ocorreu na cidade de Aracaju no ano de 1920. A proposta será entender sobre o crime de defloramento e sua atuação no contexto social sobre a figura feminina. No desenvolvimento do texto é possível encontrar elementos que caracterizam o crime ocorrido e a honra perdida. Assim, o mesmo terá como proposta entender as relações de gênero e sua influência no crime de defloramento. A fonte a ser analisada é um processo crime, na mesma é possível refletir sobre os depoimentos coletados tanto das testemunhas, quando do acusado. Um fator importante para definição desse crime é o exame do Corpo de Delito que irá conter informações indispensáveis para entender sobre a virgindade da jovem deflorada. Com isso, teóricos como Caulfield (2000), Boris Fausto (2001), Guilhermi Sartori (2011) contribuíram para entender sobre o crime estudado e sua atuação na sociedade.

Biografia do Autor

Jôycimara Ferreira Barreto, Graduada em História pelo Centro Universitário AGES – Licenciatura. Pós-graduação em Gestão Escolar pela Faculdade do Imigrante – Faveni. Mestranda em História pelo Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Graduada em História pelo Centro Universitário AGES – Licenciatura. Pós-graduação em Gestão Escolar pela Faculdade do Imigrante – Faveni. Mestranda em História pelo Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Publicado
2018-11-12