Memória e História: Análise do documentário Que bom te ver viva

  • Davi Silva de Carvalho Licenciado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto

Resumo

A ditadura militar estabelecida no Brasil foi marcada por severas rivalidades políticas entre grupos que eram a favor e os que estavam na oposição, causando graves acontecimentos aos opositores do tal governo. Estrutura-se nesse artigo a compreensão entre memória e História, a partir de um viés atrelado nas lembranças das mulheres vítimas de agentes políticos durante o regime civil militar, em si. Consolida-se nesse cenário uma abordagem privilegiando como há ainda um passado fantasmagórico, assombrando as padecentes, em questão.

Biografia do Autor

Davi Silva de Carvalho, Licenciado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto
Licenciado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto.
Publicado
2021-02-02