QUANDO CALMET TRAIU CALMET

SOBRE A FUNÇÃO-AUTOR EM FOUCAULT E CHARTIER

  • Gabriel Elysio Maia Braga UFPR

Resumo

Pensar a autoria, e mais especificamente, a função-autor é vital para a História Cultural da Ciência. Neste artigo, busco examinar e comparar as interpretações de dois autores,
Roger Chartier e Michel Foucault, com o intuito de poder melhor analisar o tratado escrito pelo monge beneditino dom Augustin Calmet sobre os vampiros em 1751. Nascido na
Lorena, Calmet firmou-se, frente à República das Letras, como um competente exegeta. Seus trabalhos sobre interpretação da Bíblia e sobre história universal receberam destaque
na França. Sua imagem de autor mudou, entretanto, quando decidiu publicar sua opinião a respeito de uma polêmica que ganhou força na última década do século XVII, os casos
de ataques de vampiros relatados nos Bálcãs.

Publicado
2021-02-05