“MACHOS ALFAS”

MASCULINIDADES HEGEMÔNICAS

  • Meg Silva
  • Cosimo Chiarelli

Resumo

Este artigo é resultado da minha pesquisa de mestrado que reflete sobre as imagens queer de três casos de estudo e por meio da fotografia realizam a subversão das performances de gêneros. Para isso, depois de uma abordagem teórica foram selecionadas duas imagens dos calendários eróticos Kings of the night, dos anos de 2019 e 2020, que utilizei como objetos de análise. Estas fotografias referem-se as performances fotográficas da arte drag king organizadas pela atriz Rubia Romani. O principal intuito é questionar os papeis sociais e sexuais heteronormativos enquanto padronização dos sexos e dos gêneros. Judith Butler (2013) ao formular sua teoria sobre performatividade de gênero afirma que os gêneros são uma construção social e cultural, a filósofa diz que desde a primeira infância são ensinadas às pessoas acurados comportamentos de acordo com o determinismo biológico. [...]

Publicado
2022-09-17