O NÃO-LUGAR EM MEIO À COMUNIDADE LGBTQIA+ E À SOCIEDADE HETEROCISNORMATIVA

MASCULINIDADES MONODISSIDENTES A PARTIR DO DOCUMENTÁRIO “(BI)CHAS: A BISSEXUALIDADE E O SER AFEMINADO”

  • Danieli Klidzio
  • Daniel da Silva Stack

Resumo

Temos como ponto de partida a análise de conteúdo do documentário independente “(Bi)chas: A bissexualidade e o ser afeminado”, produzido e lançado em 2020 pelo estudante Victor Enger. Objetivamos discutir a construção de um não-lugar (ou de um lugar de apagamento) da bissexualidade, especialmente de homens afeminados. Consideramos que o documentário em questão visibiliza performances cotidianas e artísticas (mono)dissidentes a partir da mobilização de signos e narrativas que pautam a sexualidade para além do binarismo construído pelos pólos heterossexualidade versus homossexualidade. Destacamos que a produção de masculinidades está atrelada a um regime heterocisnormativo, no qual determinados marcadores são responsáveis por produzir uma masculinidade particular que não compartilha da mesma forma de privilégios concedidos pelo modelo hegemônico. [...]

Publicado
2022-09-17