Aprender Matemática por meio do operar das tecnologias digitais: a percepção dos estudantes de graduação

  • Daniel da Silva Silveira Universidade Federal do Rio Grande - FURG Instituto de Matemática, Estatística e Física - IMEF https://orcid.org/0000-0002-1195-2117
  • Daniele Amaral Fonseca Universidade Federal do Rio Grande - FURG Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde

Resumo

Neste artigo, apresentamos um recorte dos resultados de uma pesquisa que teve por objetivo compreender as percepções dos estudantes de graduação em relação ao uso das tecnologias digitais no processo formativo no Ensino Superior. A pesquisa é balizada pela teoria da Biologia do Conhecer de Humberto Maturana e Francisco Varela em que o explicar científico é fundamentado na objetividade entre parênteses, na qual não existe uma objetividade independente do observador para validar o explicar, pois este está imerso na explicação. O estudo teve como perspectiva metodológica o conversar que se estabeleceu a partir da implementação de dois fóruns no Ambiente Virtual Moodle nas disciplinas de Métodos Numéricos Computacionais e Geometria Dinâmica I de uma Universidade Federal. Para análise dos registros gerados nos fóruns utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Os resultados revelaram pelo DSC intitulado “Aprender matemática por meio das tecnologias digitais” que os estudantes perceberam a contribuição da tecnologia digital no processo de ensinar matemática de forma motivadora, potente e com desafios e que os artefatos tecnológicos não foram utilizados apenas como recursos para executar tarefas, mas se constituíram em potencializadores de transformações cognitivas no aprender matemática.
Publicado
2020-04-22
Seção
Educação Matemática e Tecnologias Digitais