SENSO FRACIONÁRIO: CONHECIMENTO INFORMAL E REPRESENTAÇÃO SIMBÓLICA

Resumo

Este estudo tem como intuito avaliar o entendimento dos estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental sobre frações, frente seus conhecimentos informais e de representação simbólica. Essa é uma pesquisa de natureza qualitativa, que apresenta, inicialmente, uma revisão da literatura relacionada com senso numérico fracionário, indicando obstáculos e considerações frente ao desenvolvimento de uma aprendizagem com compreensão, na qual os estudantes conseguem dar sentido às respostas produzidas, argumentando quando é correta e por qual motivo. Na sequência são relatados os significados produzidos pelos estudantes do 6º ano em problemas que envolvem uma descrição informal e com representação simbólica de fração. Os resultados orientam para a importância de se desenvolver um planejamento, ao iniciar o conteúdo de frações no 6º ano, que leve em consideração o desenvolvimento do senso fracionário, em um trabalho que relacione as experiências do cotidiano em processos investigativos. Além disso, é importante que se dedique um maior tempo para a compreensão de partição e parte-todo, uma vez que estas ideias, advindas do conhecimento cotidiano dos estudantes, não são de transferência imediata quando se usa representação simbólica da linguagem matemática.

Biografia do Autor

Suelen Sasse Stein, Universidade Regional de Blumenau

http://lattes.cnpq.br/4497025381994403

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática da Universidade Regional de Blumenau. Bolsista do Programa UNIEDU/FUMDES Pós-Graduação.

Janaína Poffo Possamai, Universidade Regional de Blumenau / Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática

Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática da
Universidade Regional de Blumenau

http://lattes.cnpq.br/9011361495097968

Publicado
2022-05-13