ARTICULAÇÕES ENTRE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, BRINCADEIRAS E CORPO EM MOVIMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA PERSPECTIVA DA COMPLEXIDADE

  • Paulo Robson Duarte Barbosa Rede Municipal de Curitiba
  • Ettiène Guérios Universidade Federal do Paraná

Resumo

Este artigo tem como eixo norteador a Educação Matemática na Educação Infantil a partir do intercâmbio entre dois campos de experiências: “espaços, tempos, quantidades, relações e transformações” e “corpo, gestos e movimentos”, conforme documento normativo que orienta as práticas pedagógicas em território nacional, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O objetivo do estudo concentra-se na análise da percepção de conhecimentos matemáticos em brincadeiras que envolvem o corpo em movimento por parte dos professores de Educação Infantil. A pesquisa de abordagem qualitativa e natureza exploratório-interpretativa reuniu como instrumentos de produção de dados questionário e roda de conversa com três professoras da Educação Infantil. A análise revela que as profissionais percebem a importância das brincadeiras que envolvem o corpo em movimento para formação de conhecimentos matemáticos na primeira infância. No entanto, reconhecem fragilidades conceituais em decorrência de precariedade na formação inicial. Os resultados permitem refletir sobre a relevância da Educação Matemática na Educação Infantil por meio das brincadeiras, evidenciando o corpo em movimento como alicerce para o desenvolvimento infantil.

Publicado
2021-07-08