AS REPRESENTAÇÕES DA ALTERIDADE EM MÁS ALLÁ DEL INVIERNO, DE ISABEL ALLENDE

Resumo

A partir do entendimento de que os processos de identidade/alteridade são construídos a partir do contato com outras línguas e culturas, observa-se que o tema do “outro” tem-se destacado em narrativas contemporâneas que abordam situações de deslocamento. Dessa maneira, o presente artigo busca investigar a construção da identidade/alteridade na obra Más allá del invierno (2017), de Isabel Allende, a partir da personagem Evelyn Ortega, guatemalteca, que vive como imigrante ilegal nos Estados Unidos. Para isso, o estudo busca analisar a obra a partir do conceito de identidade cultural de Figueiredo e Noronha (2005), usando também os conceitos de “raiz” e “rizoma” de Deleuze e Guattari (1995).

Palavras-chave: Identidade. Alteridade. Raíz. Língua materna.

Biografia do Autor

Vitória Katherynne da Costa HOLANDA, Universidade Federal de Roraima - UFRR

Acadêmica do curso de Letras – Português e Espanhol da Universidade Federal de Roraima. Pesquisa realizada no Programa de Iniciação Científica da UFRR. E-mail: vkatherynne@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4103-7654.

Tatiana da Silva CAPAVERDE, Universidade Federal de Roraima - UFRR

Profª. Drª do Curso de Letras – Português e Espanhol e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRR. Orientadora do projeto de Iniciação Científica vinculado ao projeto de pesquisa Deslocamentos Culturais nas Literaturas Hispânicas.

Referências

ALLENDE, Isabel. Más allá del invierno. Barcelona: Penguin Random House Grupo Editorial, S. A. U, 2017.

BERND, Zilá. Identidade. In: ______. Literatura e Identidade Nacional. 2 ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003.

BERND, Zilá (org.). Dicionário de figuras e mitos literários das Américas (DFMLA). Porto Alegre: Tomo editorial; Editora da UFRGS, 2007.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Introdução: Rizoma. In: ______. Mil Platôs (Capitalismo e Esquizofrenia), v.1. São Paulo: Editora 34, 1995.

ECKERT-HOFF, Beatriz Maria. Sujeitos entre-línguas, entre-culturas em contextos de imigração no sul do Brasil: uma questão de bilinguismo? In: CAVALLARI, Juliana Santana; UYENO, Yoko Elzira (Orgs.). Bilinguismos: Subjetivação e Identificações nas/pelas Línguas Maternas e Estrangeiras. Campinas: Pontes Editores, 2011. p. 177-193.

FIGUEIREDO, Euridice; NORONHA, Jovita. Identidade nacional e identidade cultural. In: FIGUEIREDO, Euridice (org.) Conceitos de Literatura e Cultura. Niteroi: EdUFF, Juiz de Fora: Editora UFJF, 2005. p. 189-205.

KRISTEVA, Julia. Estrangeiros para nós mesmos. Trad. Maria Carlota Carvalho Gomes. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

PIZARRO, Ana. Amazônia: as vozes do rio. Trad. Rômulo Monte Alto. Belo Horizonte: UFMG, 2012.

SANTIAGO, Silviano. O entre-lugar do discurso latino-americano. In: ______. Uma Literatura nos Trópicos: ensaios sobre dependência cultural. Rio de Janeiro: Rocco, 2000. p. 9-26.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Identidade e Diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. 4 ed. Petropolis: Ed Vozes, 2005. p. 73-102.

SOUZA, Neusa Santos. O Estrangeiro: nossa condição. In: KOLTAI, Caterina (Org.). O Estrangeiro. São Paulo: Escuta, 1998.

UYENO, Elzira Yoko. A A-lígua, língua materna, em escrita caipira multilíngue: migração temporal, letramento e identidade. In: CAVALLARI, Juliana Santana; UYENO, Elzira Yoko (Orgs.). Bilinguismos: Subjetivação e Identificações nas/pelas Línguas Maternas e Estrangeiras. Campinas: Pontes Editores, 2011. p. 261-293.

Publicado
2020-12-30