DANTAS MOTA ENTRE A PROSA E A POESIA

Palavras-chave: Literatura brasileira, Poesia, Conto, Dantas Mota, Duplo

Resumo

Este trabalho tem como objeto de estudo o conto “Transmigração do defunto Arthêmio Augusto de Freitas”, publicado em 17 de outubro de 1964, no jornal Estado de S. Paulo, comparado ao poema “Noturno da Feira do Valongo”, do livro Anjo de Capote (1946-1952), ambos de autoria de Dantas Mota. Ao aproximarmos o poema do conto, a análise leva em consideração, entre outros, textos de Antônio Dimas, de Osman Lins e de Gaston Bachelard, mostrando a descrição do espaço como função caracterizadora dos personagens. Destacamos, ao fazer isso, elementos composicionais que são articulados de forma semelhante no conto e no poema. Além disso, é mostrado como, em ambos, há outros elementos que os ligam, como a presença do ser sobrenatural, o Pé de Espanha, personagem que remete ao duplo, estudado por nós, com base no texto “O inquietante”, de Freud.

Biografia do Autor

Ana Elisa Tonetti de ALMEIDA, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Mestranda em Letras pelo programa de pós-graduação em Letras (concentração em Estudos Literários) na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS); Três Lagoas/MS, Brasil. Bolsista Capes.

Cristiane Rodrigues de SOUZA, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Literatura Brasileira pela USP, com pós-doutorado pelo IEB-USP. Docente adjunta na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas/MS, Brasil.

Referências

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. In: A filosofia do não; O novo espírito científico; A poética do espaço / Gaston Bachelard; seleção de textos de José Américo Motta Pessanha; traduções de Joaquim José Moura Ramos... (et al.). — São Paulo: Abril Cultural, 1978. p. 181-354.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain Dicionário de Símbolos: (mitos, sonhos, costumes, formas, figuras, cores, números) Jean Chevalier, Alain Gheerbrant, com a colaboração de: André Barbault...[et al]; coordenação Carlos Sussekind; tradução Verda da Costa e Silva...[et al.].30. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2017.

DIMAS, Antônio. Espaço e romance. 2. ed. São Paulo, SP: Atica, 1985.

DUARTE, Constância Lima (Org.). Dicionário bibliográfico de escritores mineiros. [Colaboradores Ana Caroline Barreto, Bruno da Costa e Silva, Juliana Cristina de Carvalho et al]. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

FREUD, Sigmund. O inquietante. In: Obras completas, volume 14: história de uma neurose infantil (‘O homem dos lobos’), além do princípio do prazer e outros textos (1917-1920). Tradução Paulo Cézar de Souza. – São Paulo, SP: Companhia das Letras, 2010. p. 328-376.

LINS, Osman. Lima Barreto e o espaço romanesco. São Paulo: Ática, 1976.

MOTTA, Dantas. Transmigração do defunto: Arthêmio Augusto de Freitas. In: Dantas Motta: o centenário do poeta das gerais. Edição n°1.350. Belo Horizonte: Secretaria do Estado de Cultura, 2013. p. 17-18.

MOTA, Dantas. Noturno da Feira do Valongo. In: Elegias do país das Gerais: poesia completa/ Dantas Mota. Introdução de Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília: INL, 1988, p. 41-43.

NITRINI, Sandra. Literatura Comparada: história, teoria e crítica. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2000.

NUNES, Benedito. O tempo na narrativa. 2. ed. São Paulo, SP: Ática, 1995.

PIGLIA, Ricardo. Teses sobre o conto. In: Formas Breves. tradução José Marcos Mariani de Macedo. — São Paulo: Companhia das Letras, 2004. p. 87-94.

Publicado
2021-07-27