OS EMOJIS COMO EXPRESSÕES REFERENCIAIS DÊITICAS NAS INTERAÇÕES POR WHATSAPP

  • Thaís Ludmila Ranieri Universidade Federal Rural de Pernambuco
Palavras-chave: Dêixis, Emojis, Whatsapp

Resumo

Neste trabalho, investigamos o uso dos emojis na função dêitica nas conversas pelo aplicativo WhatsApp. Segundo Cavalcante (2014), os dêiticos são expressões linguísticas que ganham sentido devido ao contexto de produção das interações. Partindo desse entendimento, percebemos que os emojis ganham função dêitica nas interações por WhatsApp. Para tratarmos dessa condição, partimos de exemplos de conversas obtidos através de conversas privadas e em grupo de WhatsApp. Nossos resultados iniciais apontam para usos dos emojis como dêiticos pessoais, sociais, de lugar e discursivos.

Referências

APOTHELOZ, Denis. Papel e funcionamento da anáfora na dinâmica textual. In: CAVALCANTE, Mônica Magalhães; CIULLA, Alena; RODRIGUES, Bernadete Biasi. Referenciação. São Paulo: Editora Contexto, 2003. p. 53-84
CAVALCANTE, Mônica Magalhães. A dêixis discursiva. Revista de Letras, São Paulo, v. 1/2, n. 22, p. 47-55, jan./dez. 2000.

CAVALCANTE; Mônica; CUSTÓDIO FILHO, Valdinar. Revisitando o estatuto do texto. Revista do Gelne, Piauí, v. 12, n. 2, p. 56-71, 2010.
CAVALCANTE, Mônica Magalhães. Os sentidos do texto. São Paulo: Contexto,
2013.

CAVALCANTE, Mônica Magalhães et all. O texto e suas propriedades; definindo perspectivas para análises. Contextos Linguísticos, Vitória, v. 13. P. 25-39, 2019.

FILLMORE, Charles. Lectures on Deixis. Berkley: University of California, 1971.
HANKS, Wiliiam F. Língua como prática social. São Paulo: Cortez Editora, 2008.
LEVENSON, Stephen. Pragmática. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. São Paulo: Cortez, 2010.
OLIVEIRA, Ana Larissa Adorno Marciotto; CUNHA, Gustavo Ximenes; AVELAR Fernanda Teixeira. Emojis como estratégias de reparo em pedidos de desculpas: um estudo sobre conversas em ambiente digital. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, n. 57, v. 3, 1615-1635, set./dez. 2018.
PAIVA, V. L. M. de O. A linguagem dos emojis. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 55, n. 2, p. 379–399, 2016.
RANIERI, Thaís Ludmila da Silva; GOIS, Aline Raquel Sena. Marcas da interação face a face em conversas de WhatsApp. Miguilim - Revista Eletrônica do Netlli, Cariri, CE, v. 9, n. 3, 2020.
SINDONI, Maria Grazie. Spoken and Written Discourse in Online Interactions New York: Routledge, 2013.
SINDONI, Maria Grazie. Through the looking glass: social semiotic and linguistic perspective on the study of vídeo chats. Text e Talk, XXXX, v. 34, n. 3, p. 325-347, 2014.
https://www.mobiletime.com.br/pesquisas/pesquisa-mensageria-no-brasil-fevereiro-de-2020/ acesso em 15 de abril de 2021.
Publicado
2022-07-18
Seção
Entrevista com autor