MOTIVAÇÕES DOS ESTUDANTES DO COLÉGIO ESTADUAL JOÃO COSTA NA PARTICIPAÇÃO DO ENEM 2016

MOTIVATIONS OF STUDENTS FROM COLÉGIO ESTADUAL JOÃO COSTA TAKING ENEM 2016

Paula Yasmin GOIS, Raquel Meister Ko. FREITAG

Resumo


RESUMO: No Brasil, o Enem configura-se como um modelo nacional de avaliação do ensino médio e também como exame que possibilita o acesso ao ensino superior. Considerando a relevância desse exame, este trabalho visa identificar as expectativas e motivações que levam os estudantes do Colégio Prof. João Costa, da rede pública estadual de Sergipe, a realizar o Exame Nacional do Ensino Médio. O objetivo desta investigação é desvelar as atitudes dos estudantes da referida escola ante o Enem, assim como suas expectativas enquanto participantes desse processo. Para isso, foram realizadas entrevistas com vinte inscritos no Enem 2016, antes e após a prova. Os resultados demonstram que, embora tenham expectativas de bom desempenho na avaliação, os estudantes ainda sentem necessidade de melhoria na preparação didática feita pelo colégio.

PALAVRAS-CHAVE: Enem. Motivações. Expectativa. Rede estadual.



ABSTRACT: In Brazil, Enem figures is as a national way of evaluating high school and also an exam which allows the entering on higher education. Considering how important is this exam, the following research aims to identify the expectations and motivations which makes students from “Colégio Professor João Costa”, which is part of state public school service, to take the Enem. The goal of the present investigation is to reveal the position of the students from that school concerning to Enem, as well as their expectations as candidates in this process. In order to obtain these data, interviews were made with 20 students enrolled for Enem 2016, before and after the test. The results demonstrate that in spite of getting expectations of good performance on evaluation, the students still have the need of better preparation coming from school.

KEYWORDS: ENEM. Motivations. Expectancy. State Educational System.


Referências


ALVES, Francileide Santos. O que pensa o estudante sobre o Exame Nacional do Ensino Médio: Enem para quem? 2016. 97f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe.

ANDRADE, Gisele Gama. A metodologia do ENEM: uma reflexão. Revista Série-Estudos, n. 33, p. 67-76, 2012.

ANDRADE, Sammela Rejane de Jesus. A expansão no acesso à educação superior no Brasil e a presença do novo aluno nas instituições de ensino superior. In: Anais do 10º Encontro Internacional de Formação de Professores. Aracaju: Universidade Tiradentes, 2017, p. 1-10.

BZUNECK, José Aloyseo. As crenças de auto-eficácia e o seu papel na motivação do aluno. In: E. BORUCHOVITCH; J. A. BZUNECK (Org.) A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea, Petrópolis: Editora Vozes, 2001, p. 116-133.

CASTRO, Onireves Monteiro de. O Enem: mal estar contemporâneo. In: SILVA, L. R., FREITAG, R. M. K. (orgs.) Linguagem, interação e sociedade: diálogos sobre o Enem. João Pessoa: CCTA, 2015, p. 179-188.

CERVERÓ, Susan Severo de. ENEM: um olhar para a leitura. 2010. 56f. Graduação (trabalho de conclusão). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

DIAZ, Maria Dolores Montoya. Desigualdade de oportunidades no ensino médio: ENEM. Economia e Tecnologia, v. 6, n. 3, 2010, p. 121-128.

FREITAG, Raquel Meister Ko et al. Diagnóstico da competência de leitura de pré-vestibulandos: experiência no Pré–SEED em Itabaiana, Estado do Sergipe. Acta Scientiarum. Language and Culture, v. 32, n. 2, p. 233-240, 2010.

FREITAG, Raquel Meister Ko et al. Enem: motivações e expectativas de estudantes da rede pública estadual de Sergipe. Scientia Plena, v. 13, n. 5, p.1-10, 2017.

FREITAG, Raquel Meister Ko. Documentação sociolinguística–coleta de dados e ética em pesquisa. São Cristóvão: EdUFS, 2017.

FREITAG, Raquel Meister Ko.; CUNHA, Fernando Mendonça; SÁ, José Júnior O desempenho na prova do Enem da rede estadual de Sergipe. In: SILVA, L. R., FREITAG, R. M. K. (Org.) Linguagem, interação e sociedade: diálogos sobre o Enem. João Pessoa: CCTA, 2015, p. 163-171.

LUNA, Ewerton Ávila dos Anjos. Avaliação da produção escrita no Enem: como se faz e o que pensam os avaliadores. 2009, 156f. Dissertação. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco.

MACHADO, Alessandra Pereira Gomes. Fluência em leitura oral e proficiência em leitura na Prova Brasil de Língua Portuguesa. 2018. 214f. Tese. Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe.

MATOS, Andrea Maria dos Santos. Desempenho em leitura na resolução de problemas matemáticos na Prova Brasil de Matemática. 2018. 204f. Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de; ARAUJO, Gilda Cardoso de. Qualidade do ensino: uma nova dimensão da luta pelo direito à educação. Revista Brasileira de Educação. 28, p. 5-23, 2005.

SILVA, Leilane Ramos da; FREITAG, Raquel Meister Ko. Linguagem, interação e sociedade: diálogos sobre o Enem. João Pessoa: Editora do CCTA, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Bases indexadoras:

CiteFactor - Academic Scientific JournalsCZ3 - Elektronische Zeitschriftenbibliothek Plataforma Sucupira

Portal brasileiro de publicações científicas em acesso aberto Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras LIVRE - Revistas de livre acesso Google Acadêmico

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.