TRABALHO, RELIGIÃO E FAMÍLIA: RELATOS DE REGIONALIDADE NO ROMANCE A COCANHA

WORK, RELIGION AND FAMILY: REGIONALITY REPORTS IN THE ROMANCE A COCANHA

Emanuele Mendonça de FREITAS, Márcio Miranda ALVES

Resumo


RESUMO: Este artigo analisa os relatos de regionalidade presentes na obra ficcional A cocanha, de José Clemente Pozenato, publicada em 2000 e que, acompanhada por O quatrilho e A Babilônia,compõe uma trilogia acerca da imigração italiana no Sul do Brasil. A análise concentra-se nas questões relacionadas ao trabalho, à religiosidade e à condição da mulher no núcleo familiar, elementos importantes para a caracterização do grupo social formado por imigrantes e descendentes. Utiliza-se como aporte teórico os apontamentos de Santos (2009), sobre relatos de regionalidade, e de Pozenato (2003), sobre regionalidade.

PALAVRAS-CHAVE: Regionalidade. Imigração Italiana. José Clemente Pozenato. Literatura Brasileira.

 

ABSTRACT: This article analyzes the reports of regionality present in the novel A cocanha, by José Clemente Pozenato, published in 2000 and which, along with O quatrilho and A Babilônia, composes a trilogy about Italian immigration in Southern Brazil. The analysis focuses on the issues related to work, religiosity and the condition of women in the family nucleus, important elements for the characterization of the social group formed by immigrants and their descendants. The contributions of Santos (2009) about regionality reports and Pozenato (2003) about regionality are used as a theoretical contribution.

KEYWORDS: Regionality. Italian immigration. José Clemente Pozenato. Brazilian Literature.


Referências


BONAFÉ, Marilene de Carli. Memória, literatura e cultura: as vozes de mulheres italianas. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2007.

FIGUEIREDO, Luciano. Mulheres nas Minas Gerais. In: PRIORE, Mary Del (Org.); BASSANEZI, Carla (Coord. de textos). História das mulheres no Brasil. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2000. p. 141-188.

FRANCO JÚNIOR, Hilário. Cocanha: a história de um país imaginário. São Paulo: Com- panhia das Letras, 1998.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

JOACHIMSTHALER, Jürgen. A literarização da região e a regionalização da literatura. Antares: Letras e Humanidades, n. 2, p. 27-60, 2009.

PEDRO, Maria Joana. Mulheres do Sul. In: PRIORE, Mary Del (Org.); BASSANEZI, Carla (Coord. de textos). História das mulheres no Brasil. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2000. p. 278-321.

POZENATO, José Clemente. A cocanha. Caxias do Sul: Editora Maneco, 2011.

. Processos culturais: reflexões sobre a dinâmica cultural. Caxias do Sul: EDUCS, 2003.

SANTOS, Rafael José dos. Relatos de regionalidade: tessituras da cultura. Antares: Letrase Humanidades, n. 2, p. 2-26, 2009.

SANTOS, Salete Rosa Pezzi dos. Duas mulheres de letras: representações da condição femi- nina. Caxias do Sul: Educs, 2010.

ZINANI, Cecil Jeanine Albert. Literatura e gênero: vetores para a formação do leitor. Conjectura: filosofia e educação, v. 14, n. 2, p. 145-154, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



Bases indexadoras:


Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.