METÁFORA VISUAL NOS QUADRINHOS

VISUAL METAPHOR IN COMICS

Francisco Ednardo Pinho dos SANTOS

Resumo


RESUMO: A partir da concepção de que a metáfora é um fenômeno cognitivo, e não apenas linguístico, o artigo analisa algumas especificidades na metáfora visual nas histórias em quadrinhos. Para tanto, parte da distinção entre metáforas de invenção e metáforas de uso (FONTANIER, 2009), demonstrando a aplicabilidade desses conceitos aos quadrinhos. Em seguida, valendo-se da teoria da interação (BLACK, 1954), postula a existência de alguns tipos de metáforas nos quadrinhos, conforme a relação estabelecida entre o termo metafórico, a cena e os personagens. A partir daí, o artigo conclui que a existência de diferentes expedientes formais para a expressão da metáfora visual nos quadrinhos requer do leitor diferentes estratégias de leitura.

PALAVRAS-CHAVE: Tipos de metáfora. Metáfora visual. Histórias em quadrinhos.

 

ABSTRACT: Assuming that metaphor is a cognitive phenomenon, not just a linguistic one, the article analyses some particularities on visual metaphor in comics. It starts with the distinction between metaphors of invention and metaphors of use (FONTANIER, 2009), in order to demonstrate the applicability of these concepts to comics. Using interaction view on metaphor (BLACK, 1954), the article postulates the existence of some types of metaphor in comics, based on the relation among the metaphoric object, the scene and the characters. The article concludes that different formal devices for metaphorical expression require different reading skills from the reader.

KEYWORDS: Types of metaphor. Visual metaphor. Comics.


Referências


ABBOTT, Michael; FORCEVILLE, Charles. Visual representations of emotion in manga: loss of control is loss of hands in Azumanga Daioh volume 4. Language and Literature, v. 20, n. 2, p. 91-112. 2011.

BLACK, Max. Metaphor. Proceedings of the Aristotelian Society, Londres, n. 55, p. 273–294, 1954.

DELANO, Jamie; MANDRAKE, Tom. Triângulos infernais. In: VEITCH, Rick et al. Monstro do Pântano: Regênese. v. 3. Barueri, SP: Panini, 2016.

ECO, Umberto. Apocalípticos e integrados. São Paulo: Perspectiva, 1979.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte sequencial. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

FONTANIER, Pierre. Les figures du discours. Paris: Champs, 2009.

FORCEVILLE, Charles. Compasses, beauty queens and other PCs: Pictorial metaphors in computer advertisements. Hermes, Journal of Linguistics, Copenhague, n. 24, p. 31-55, 2000.

. Pictorial runes in Tintin and the Picaros. Journal of Pragmatics, Amsterdam, n. 43, p. 875-890, 2011.

GROENSTEEN, Thierry. O sistema dos quadrinhos. Nova Iguaçu, RJ: Marsupial, 2015.

KING, Tom et al. A sombra do Batman especial: a guerra dos Robins, v. 1. Barueri, SP: Pani- ni, 2016.

LAKOFF, George; JOHNSON, Mark. Metaphors we live by. Chicago: University of Chicago Press, 1980.

MCCLOUD, Scott. Desvendando os quadrinhos. São Paulo: M Books, 2005.

MILLER, Frank. Batman: o Cavaleiro das Trevas. v. 3. São Paulo: Abril, 1988.

MOENCH, Doug et al. O fundo do poço. Batman, São Paulo, n. 1, p. 83-161, mar. 1995.

MOORE, Alan; TOTLEBEN, John. O jardim das delícias terrenas. In: MOORE et al. Asaga do Monstro do Pântano. v. 5. Barueri, SP: Panini, 2015.

PAES, José Paulo. Os perigos da poesia e outros ensaios. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997.

RICOEUR, Paul. A metáfora viva. São Paulo: Loyola, 2015.

SANTOS, Roberto Elísio dos; VERGUEIRO, Waldomiro. Histórias em quadrinhos no processo de aprendizado: da teoria à prática. EccoS, São Paulo, n. 27, p. 81-95, jan./abr. 2012.

VERGUEIRO, Waldomiro. A linguagem dos quadrinhos: uma “alfabetização” necessária. In: RAMA, Ângela et al. Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



Bases indexadoras:



Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.