Filosofia da linguagem e ideologia no Círculo de Bakhtin

Luiz Rosalvo Costa

Resumo


RESUMO

O presente artigo apresenta uma reflexão exploratória sobre o modo como uma determinada abordagem da filosofia da linguagem se relaciona com a questão da ideologia na obra do Círculo de Bakhtin. Levando em conta que o ambiente intelectual em que esse grupo de pesquisadores elabora as bases da sua reflexão se constitui em meio a um intenso fluxo de matrizes teóricas entre as quais o marxismo ocupa um lugar de destaque, esse artigo busca mostrar como, em proposições extraíveis dos trabalhos de Medviédev, Volóchinov e Bakhtin, indagações no âmbito de uma filosofia da linguagem que se propõe marxista articulam-se com um determinado entendimento acerca do fenômeno ideológico.

PALAVRAS-CHAVE: Círculo de Bakhtin. Linguagem. Ideologia. Enunciado. Gênero discursivo.

    

ABSTRACT

This article presents an exploratory reflection about how a particular approach of the philosophy of language relates to the question of ideology in the work of the Bakhtin Circle. Taking into account that the intellectual environment in which this group of researchers elaborates the bases of its reflection is constituted in the midst of an intense flow of theoretical matrices between which Marxism occupies a prominent place, this article attempts to show how, in extracts of propositions from the works of Medvedev, Volóchinov and Bakhtin, questions within the framework of a philosophy of language that is Marxist dovetail with a particular understanding of ideological phenomena.

KEYWORDS: Bakhtin Circle. Language. Ideology. Utterance. Discursive genre.

Recebido em 22/07/2018
Aprovado em 30/10/2018


Palavras-chave


Círculo de Bakhtin. Linguagem. Ideologia. Enunciado. Gênero discursivo.

Texto completo:

A PALO SECO N.11 (P. 7)

Referências


BACHTIN, M. Problemi dell’opera di Dostoevskij [1929]. Trad. di Margherita De Michiel. Bari: Edizioni dal Sud, 1997.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso [1952-1953]. In: Estética da criação verbal. Tradução do russo de Paulo Bezerra. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010, p. 261-306.

. Problemas da poética de Dostoievski [1963]. Tradução do russo de Paulo Bezerra. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

. O discurso no romance [1934-1935]. In: Questões de literatura e de estética. A teoria do romance. Tradução do russo de Aurora Fornoni Bernardini e outros. 5. ed. São Paulo: Hucitec/Annablume, 2002, p. 71-210.

BOCHAROV, S & LIAPUNOV, V. Conversations with Bakhtin. In: PMLA, vol. 109, n. 5 (Oct., 1994), pp. 1009-1024. Published by Modern Language Association. Stable. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/462968> . Acesso em 30/05/2011.

BRANDIST, C. The Bakhtin Circle. Philosophy, Culture and Politics. London: Pluto Press, 2002.

. Mikhail Bakhtin e os primórdios da sociolinguística soviética. In: FARACO, C. A.; TEZZA, C.; CAS- TRO, G. (Orgs.). Vinte ensaios sobre Mikhail Bakhtin. Petrópolis/RJ: Vozes, 2006, p. 67-88.

. Early Soviet Research Projects and the Development of ‘Bakhtinian’ Ideas: The View from the Arquives. In: Proceedings of the XI1 International Bakhtin Conference. Jyväskyla, Finland, 18-22 July, 2005, p. 144-

Edited by Department of Languages, University of Jyväskyla, Finland, 2006b. Disponível em: <http://eprints.whiterose.ac.uk/2134/1/brandistc4.pdf>. Acesso em: 16 de julho de 2010.

. Repensando o Círculo de Bakhtin. Tradução de Helenice Gouvea e Rosemary H. Schettini. São Paulo: Contexto, 2012.

BRANDIST, C; SHEPHERD, D; TIHANOV, G. The Bakhtin Circle. In the master’s absence. Manchester/UK: Manchester University Press, 2004.

COSTA, L. R. A questão da ideologia no Círculo de Bakhtin e os embates no discurso de divulgação científica da revista Ciência Hoje. São Paulo: Fapesp/Ateliê, 2017.

GRILLO, S. V. C. Marxismo e filosofia da linguagem: uma resposta à ciência da linguagem do século XIX e início do XX. In: VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem [1929]. Tradução do russo de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017, pp. 7-79.

MEDVEDEV, P. O método formal nos estudos literários – Introdução crítica a uma poética sociológica. [1928] Tradução de Ekaterina V. Américo e Sheila C. Grillo. São Paulo: Contexto, 2012.

SÉRIOT, P. Voloshinov e a filosofia da linguagem. Tradução de Marcos Bagno. São Paulo: Parábola, 2015.

SHEPHERD, D. Re-introducing the Bakhtin Circle. In : BRANDIST, C; SHEPHERD, D; TIHANOV, G. The Bakhtin Circle. In the master’s absence. Manchester/UK: Manchester University Press, 2004, p. 1-21.

SOUZA, G. T. Gêneros discursivos em Marxismo e filosofia da linguagem. In: SOUZA-E-SILVA, C.; BRAIT, B. (Dir.). The Specialist, São Paulo, v. 24, n. especial, 2003, p. 185-202.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. Problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem [1929]. Tradução do russo de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017.

. Rapport d’activité à l’Institute de Recherches de l’Université pour l’année 1925-1926 [1925-26]. In: VOLOṦINOV. V. N. Marxisme et philosophie du langage. Les problèmes fondamentaux de la méthode sociologique dans la science du langage. Éd. bilingue. Traduit du russe par Patrick Sériot et Inna Tylkowsky-Ageeva. Lausanne: Lambert-Lucas, 2010, p. 471-475.

WILLIAMS, R. Marxismo e literatura. Tradução de Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979.

. Base e superestrutura na teoria da cultura marxista. In : Cultura e materialismo. São Paulo : Editora da Unesp, 2011, p. 43-68.

. Meios de comunicação como meios de produção. In : Cultura e materialismo. São Paulo : Editora da Unesp, 2011a, p. 68-86.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Bases indexadoras:

 

 


Licença Creative Commons Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons
Atribuição-Não Comercial-Sem Derivações 4.0 Internacional.