Guimarães Rosa, um leitor de Plotino

  • Clarissa Marchelli Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Palavras-chave: Guimarães Rosa, Plotino, Dante Aliguieri

Resumo

O presente trabalho visa destacar as passagens nas quais o léxico erro aparece em Corpo de Baile, de Guimarães Rosa, compreendendo o vocábulo enquanto escolha intuitiva do autor para construção e tratamento epistemológico dado às trajetórias de seus protagonistas. O trabalho apresenta uma leitura a contrapelo do erro trágico, defendendo que nesse ciclo a percepção de um erro e as questões éticas que dele decorrem, constituem o argumento rosiano de Corpo de Baile. Do rastreamento do vocábulo erro às epígrafes plotinianas, em Corpo de Baile, Guimarães Rosa elabora uma poética de ordem metafísica. Absorvendo as hipostasias plotinianas, Rosa toma emprestado do neoplatônico sua formulação de centro, alma, ascese e transcendência. Em profícuo diálogo com o cânone literário, Rosa projeta num Brasil profundo a tradição dos sete pecados capitais.

Referências

ALIGHIERI, Dante A Divina Comédia. Trad. Italo Eugenio Mauro. SP: Editora 34, 2017.

ANJOS, Sônia Aparecida dos. A falta trágica (hamartia) de Édipo em Édipo Rei, de Sófocles. Dissertação de mestrado, UFMG, 2008.

AQUINO, São Tomás de. Sobre o Ensino. Os sete pecados capitais. Trad. Luiz Jean Lauand. SP: Martins Fontes, 2001.

ARAUJO, Heloisa Vilhena de. O roteiro de Deus: SP: Mandarim, 1996.

ARISTÓTELES. Poética. Trad. Paulo Pinheiro. SP: Ed. 34, 2015.

ASSMANN, Aleida. Espaços da recordação. Trad. Paulo Soethe. Campinas: Ed. Da Unicamp, 2011.

AUERBACH, Erich. Dante, poeta do mundo secular. Trad. Raul de Sá Barbosa. RJ: Topbooks, 1997.

BEZERRA, Cícero Cunha. Compreender Plotino e Proclo. RJ: Vozes, 2006.

BÍBLIA. v. 1: Novo Testamento: os quatro Evangelhos. Trad.: Frederico Lourenço. SP: Cia das Letras, 2017.

BIZZARRI, Edoardo. J. Guimarães Rosa: Correspondência com seu tradutor italiano. SP: T. A. Queiroz, 1980.

BRANDÃO, Bernardo Lins. Só em direção ao só: considerações sobre a mística de Plotino. In. Horizonte, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, pp. 151-158, dez. 2007.

DODDS, E. R. “Tradition and Personal Achievement in the Philosophy of Plotinus”. In: The Journal of Roman Studies, v. 50, Parts 1 and 2, 1960, pp. 1-7.

ELSAS, Christof. “La importancia de la mística en la filosofia de Plotino”. In: EnraHonar, An International Journal of Theoritcal and Practical Reason, v. 13, 1986, pp. 11-30.

GALLEGO, Antonio Dopazo. Plotino: a odisseia da alma entre a eternidade e o tempo. Trad. Filipa Velosa. SP: Ed. Salvat do Brasil, 2017.

GALVÃO, Walnice Nogueira. Mínima mímica: ensaios sobre Guimarães Rosa. SP: Cia das Letras, 2008.

HADOT, Pierre. Plotino, ou a simplicidade do olhar. Trad. Loraine Oliveira e Flavio Fontenelle Loque. SP: É Realizações, 2019.

JUÁREZ, Agustín Uña. “Plotino: el sistem del Uno. Características generales”. In: Anales del

JUNG, C. G. Espiritualidade e Transcendência. Trad. Nélio Schneider. Petrópolis, RJ: 2015.

LAYTON, Bentley. As escrituras gnósticas. Trad. Margarida Oliva. SP: Loyola, 2002.

NUNES, Benedito. A Rosa o que é de Rosa. Org. Victor Sales Pinheiro. RJ: Difel, 2013.

OLIVEIRA, Loraine. Plotino, escultor de mitos. SP: Annablume Clássica, 2013.

PINHEIRO, Marcus Reis. Inconsciente, consciente e cosmologia em Plotino. ARCHAI, Coimbra, n. 5, 2010, pp. 48-57.

PINHEIRO, Marcus Reis. Cosmologia e transformação de si: o caso de Platão e Plotino. COSMOS & CONTEXTO, v. 15, 2013, pp. 1-10.

PLATÃO. Timeu. Trad. Edson Bini. In: Diálogos V. Bauru/SP: Edipro, 2010.

PLOTINO. Tratado das Enéadas. Trad. Américo Sommerman. SP: Polar, 2002.

PLOTINO. Enéada I. Trad. José Rodrigues Seabra F. e Juvino Alves Maria Jr. Belo Horizonte: Nova Acrópole, 2014.

PLOTINO. Enéada III.8 [30]. Sobre a natureza, a contemplação e o Uno. Trad. José Carlos Baracat Jr. Campinas (SP): Ed. Da UNICAMP, 2014.

PLOTINO. Enéada III.5. Do amor. Trad. Maria Aparecida de Oliveira Silva. SP: Edipro, 2015.

POIMANDRES. In. LAYTON, B. As escrituras gnósticas. Trad. Margarida Oliva. SP: Loyola, 2002.

ROSA, João Guimarães. Manuelzão e Miguilim (Corpo de Baile). RJ: Nova Fronteira, 2016a.

ROSA, João Guimarães. Noites do Sertão (Corpo de Baile). RJ: Nova Fronteira, 2016c.

ROSA, João Guimarães. No Urubuquaquá, no Pinhém (Corpo de Baile). RJ: Nova Fronteira, 2016b.

ROWLAND, Clara. A forma do meio. SP: Edusp, 2011.

SPERBER, Suzi. “As palavras de chumbo e as palavras aladas”. In: Floem (UESB), v. II, pp. 137-157, 2007.

STEWART, Columba. “Evagrius Ponticus and the ‘Eight Generic Logismoi’”. In: In the Garden of Evil: The Vices and Culture in the Middle Ages, edited by Richard Newhauser, 3-34. Toronto: Pontifical Institute of Mediaeval Studies, 2005.

WARBURG, Aby. Histórias de fantasmas para gente grande. Trad. Lenin Bicudo Bárbara. SP: Cia das Letas, 2015.

Publicado
2022-01-15
Seção
Artigos