A ironia filosófica de Machado de Assis em “O espelho”

Marcio Gimenes de Paula

Resumo


Abordar a ironia em Machado de Assis não consiste em nenhuma novidade. Afinal, qualquer leitura atenta e perceptiva pode notar, até mesmo com facilidade, tal coisa. Leitor de Schopenhauer, de Heine e de Voltaire, o autor brasileiro deixou transparecer sua ironia e sua crítica mordaz em diversos momentos de sua obra. Por isso, nosso objetivo aqui é bastante específico, ou seja, como podemos observar a ironia machadiana presente no conto “O espelho”.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Bases indexadoras:

http://flacso.org.ar/latinrev

 

http://sumarios.org

 

http://www.cnen.gov.br

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.