O poder e o corpo por trás do texto

metodologia na psicanálise política

  • ALINE SOUZA MARTINS Universidade de São Paulo

Resumo

O artigo aponta o poder como uma importante questão para a construção teórica e metodológica dentro da psicanálise. Partindo da teoria freudiana são convocados autores contemporâneos que evidenciam a relação entre psicanalise e política e reivindicam uma metodologia híbrida para a análise neste campo. A psicanalise é entendida como um discurso permeado por questões de raça, gênero, classe e colonialismo, necessitando estar vigilante à sua posição política. A localização dos corpos por trás da construção teórica é defendida como uma forma de combater a perpetuação da dominação vigente no âmbito acadêmico, que é encoberta pelo ideal de universalidade e neutralidade. Assim, propomos que essa crítica seja incorporada pela psicanalise em uma localização da experiência do analista enquanto corpo que fala de uma posição no discurso social, tanto na construção de teoria quanto na escuta clínica.

Biografia do Autor

ALINE SOUZA MARTINS, Universidade de São Paulo

Aline Souza Martins (alinesouza.martins@gmail.com) é Psicanalista e Professora de Psicologia. Doutoranda e Mestre em Psicologia Clínica da Universidade de São Paulo (Brasil) e Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte, Brasil). Professora de Psicologia do Mackenzie.

Publicado
2021-01-10
Seção
Dossiê Rede Interamericana de Pesquisa em Psicanálise e Política