PRÁTICAS AVALIATIVAS NO CAMPO DA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

  • Márcia Ivo Braz Universidade Federal de Pernambuco
  • Felipe Mozart Nascimento Universidade Federal de Pernambuco
  • Rayan de Brito Feitoza Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Práticas avaliativas, Gestão da informação

Resumo

Objetiva apresentar as práticas pedagógicas avaliativas nas disciplinas de Organização da Informação do curso de Bacharelado em Gestão da Informação da Universidade Federal de Pernambuco, caracterizando o papel das matérias em questão e o contexto em que se aplicam os processos de ensino-aprendizagem dos agentes envolvidos. Justificando-se principalmente pela necessidade de promover práticas que insiram os participantes em um processo e construção de aprendizagem ativo. Quanto a orientação metodológica desta pesquisa, considera-se como um estudo empírico qualitativo, descritivo-interpretativo. Em um primeiro momento, discute-se sobre a Organização da Informação na Gestão da Informação seguido pela compreensão do perfil acadêmico e profissional dos discentes do curso e, em segundo momento, apresentam-se as práticas de avaliação das disciplinas aqui apresentadas. Na perspectiva da metodologia adotada para o processo ensino-aprendizagem das disciplinas, quatro campos são apresentados: realização de leitura das bibliografias recomendadas,  discussão do conteúdo programático, busca e compreensão de atividades de organização da informação e, por fim, a resolução de práticas em organização da informação. Como resultado percebe-se que o processo de avaliação das disciplinas buscou, principalmente, além de cumprir os regimentos do departamento, o desenvolvimento efetivo acadêmico do discente. Isso se deve ao fato de que a formação acadêmica reflete no exercício das práticas profissionais exercidas no cotidiano de cada egresso do curso.

Biografia do Autor

Márcia Ivo Braz, Universidade Federal de Pernambuco
Professora Assistente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco nas disciplinas de Organização da Informação. Foi Professora Assistente do curso de Biblioteconomia - Departamento de Ciência da Informação/Universidade Federal de Sergipe (2013-2015). Doutorado em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco em andamento (2016-). Possui mestrado em Ciência da Informação (2013) e bacharelado em Biblioteconomia (2010) pela Universidade Federal de Pernambuco.
Felipe Mozart Nascimento, Universidade Federal de Pernambuco
Doutorando e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Pernambuco
Rayan de Brito Feitoza, Universidade Federal de Pernambuco
Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Referências

BERBEL, N. A. N.; OLIVEIRA, C. C.; VASCONCELLOS, M. M. M. Práticas avaliativas consideradas positivas por alunos do ensino superior: aspectos didático-pedagógicos. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 17, n. 35, p. 135- 158, set./dez. 2006. Disponível em: <https://goo.gl/p1k7ur>. Acesso em: 7 fev. 2018.

BRASCHER, M.; CAFÉ, L. Organização da Informação ou Organização do Conhecimento? In: ENANCIB, 11., 2008, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2008. Disponível em: <https://goo.gl/tXjKFK>. Acesso em: 7 fev. 2018.

CAFÉ, L.; SALES, R. Organização da informação: Conceitos básicos e breve fundamentação teórica. In: ROBREDO, Jaime; BRÄSCHER, Marisa (Orgs.). Passeios no Bosque da Informação: Estudos sobre Representação e Organização da Informação e do Conhecimento. Brasília DF: IBICT, 2010.

CRUZ, T. L. et al. O perfil do gestor da informação: um estudo a partir dos egressos do curso de Gestão da Informação da UFPE. Informação & Informação, v. 22, n. 1, p. 150-184, jun. 2017. ISSN 1981-8920. Disponível em: <https://goo.gl/mEiZ9F>. Acesso em 7 fev. 2018.

HOFFMANN, J. M. L. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. 24. ed. Porto Alegre: Mediação, 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Departamento de Ciência da Informação. Projeto político pedagógico do curso de graduação em Gestão da Informação. Recife, 2012. 69 p.

Publicado
2018-11-09