GESTÃO DO CONHECIMENTO E TECNOLOGIA: aplicação na Educação

  • Regina Ferreira da Rocha Faculdade de Tecnologia de Garça
  • Maria Marta Emydio Faculdade de Tecnologia de Garça
Palavras-chave: Gestão do Conhecimento, Educação, Docente, Capital Intelectual

Resumo

Os desafios são uma constante no cotidiano das organizações de negócios e dentro do ambiente escolar essa realidade não é diferente. No processo educacional contemporâneo, a Gestão do Conhecimento (GC) é uma ferramenta que possibilita o uso de recursos tecnológicos visando a otimização de tempo, do espaço e dos recursos, além de permitir a  aquisição e o compartilhamento de informações/conhecimentos, aproveitando os capitais intelectuais e a interação dos envolvidos, sendo este um excelente instrumento para o ambiente educacional. O presente artigo aborda conceitos de gestão do conhecimento e como seus princípios podem contribuir com o trabalho de professores e gestores de educação, objetivando o aprimoramento dos processos pedagógicos e relacionais das instituições de ensino. O uso correto das tecnologias é parte fundamental para que tal propósito seja alcançado. Partindo desse princípio, desenvolveu-se um estudo de caso numa rede municipal de ensino da cidade de Garça/SP para conhecer o relacionamento do professor com as tecnologias e com a socialização de informações, experiências e  conhecimento. Aplicou-se um questionário junto a um grupo de professores, de três unidades escolares da rede. Como resultado,  mostraram-se favoráveis às práticas de gestão do conhecimento e uso correto de redes interativas e colaborativas para fins de compartilhamento de conhecimento.

Biografia do Autor

Regina Ferreira da Rocha, Faculdade de Tecnologia de Garça
Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tecnóloga em Processamento de Dados (UNESP - Bauru), licenciada pelo Instituto Americano de Lins da Igreja Metodista e pós-graduada em Sistemas de Informação pela Universidade Federal de São Carlos. É docente na Faculdade de Tecnologia de Garça, nos cursos de graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e em Gestão Empresarial.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. MEC. Integração das tecnologias na educação. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/sociais/populacao>. Acesso em: 22 mar. 2017.

LLARENA, R. A. S.; DUART, E. M.; SANTOS, R. R. Gestão do conhecimento e desafios educacionais contemporâneos. Em questão. Porto Alegre, v. 21, n. 2, p. 222-242, 2015. Disponível em: <http://www.redalyc.org/html/4656/465645967012/>. Acesso em: 27 mar. 2018.

MORAN, J. M. Desafios da Internet para o professor. Campinas: Papirus, 2009. Disponível em: <http://www.eca.usp.br prof/moran/desaf_int.htm>. Acesso em: 12 set. 2010.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de Conhecimento na Empresa. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 1997.

ROCHA, A. C. S. Fatores facilitadores e inibidores na implementação de gestão do conhecimento em uma associação de profissionais: o caso SAE Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses>. Acesso em: 3 set. 2010.

VALENTIM, M. L. P. Gestão da informação e gestão do conhecimento: especificidades e convergências. Londrina: Infohome, 2004. Disponível em: <http://www.ofaj.com.br>. Acesso em: 27 mar. 2018.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2018-11-09