AS DISCIPLINAS METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO E MÉTODOS E TÉCNICAS DE ESTUDOS E PESQUISA BIBLIOGRÁFICA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO: um olhar acadêmico

  • Claudia Maria Pecegueiro Universidade Federal do Maranhão
  • Cenivalda Miranda de Sousa Teixeira Universidade Federal do Maranhão
Palavras-chave: Metodologia Trabalhos Científicos, Métodos de Estudo, Pesquisa Bibliográfica

Resumo

Trata-se de um estudo em torno das disciplinas Metodologia do Trabalho Científico (MTC) e Métodos e Técnicas de Estudos e Pesquisa Bibliográfica (MTEPB), ministradas nos cursos de graduação do Centro de Ciências Sociais e Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do  Maranhão. Partese dos seguintes questionamentos: quais cursos ofertam essas disciplinas? Como elas vêm sendo ministradas? Tais perguntas direcionam ao objetivo geral deste estudo: verificar como se dá o ensino das referidas disciplinas, no sentido de avaliar se as mudanças nos projetos pedagógicos dos cursos analisados estão de acordo com a disciplina matriz proposta pelo Departamento de Biblioteconomia. Adotou-se como procedimento metodológico a pesquisa documental, centrada nos programas de disciplinas que compõem os projetos pedagógicos de cada curso, com abordagem qualitativa nas análises das ementas, dispostas de
forma contextualizada em diferentes perspectivas. Os resultados até aqui alcançados apontam que, embora as disciplinas MTEPB e MTC sejam de grande relevância para o percurso acadêmico dos discentes, seis cursos do CCBS e CCSo as retiraram do seu Projeto Político Pedagógico; quatro cursos alteraram as ementas, e três alteraram a carga horária; e, por fim, observou-se que dois cursos deixaram de ministrá-las em parceria com o Departamento de Biblioteconomia o que fere a interdisciplinaridade nos cursos universitários. No geral, nos cursos onde as disciplinas são ministradas, oito do CCBS e onze do CCSo, as mesmas são ofertadas nos primeiros semestres do ano letivo, indo ao encontro dos anseios do Departamento de Biblioteconomia. Este, por sua vez, vê as disciplinas como instrumentos facilitadores do discente.

Biografia do Autor

Claudia Maria Pecegueiro, Universidade Federal do Maranhão
Doutora em Ciência da Educação pela Universidade Autônoma de Assunção (2011), Diploma revalidado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 12/07/2016. Mestre em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília (2001), Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (1988). Com publicações de livros, capítulos de livros, artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de congressos. Professora adjunto 4 da Universidade Federal do Maranhão, atuando no Departamento de Biblioteconomia.

Referências

ANASTASIOU, L. G. C. Propostas curriculares em questão: saberes docentes e trajetórias de formação. In: CUNHA, Maria Isabel et al. Reflexões e práticas em pedagogia universitária. Campinas: Papirus, 2007.

GADOTTI, M. Interdisciplinaridade: atitude e método. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2006.

MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo: questões atuais. Campinas: Papirus, 1997.

MOREIRA, S. V. A análise documental como método e como técnica. In: DUARTE, J.;

BARROS, A. (Org.). Métodos e Técnicas de Pesquisa em Comunicação. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2005. p. 267-279.

SANTOS, J. P. Reflexões sobre currículo e legislação na área da Biblioteconomia. Encontros Bibli, Florianópolis, 6 set. 1998.

PECEGUEIRO, C. M. P. A.; VETTER, S. M. J. Currículo crítico e o professor: seu papel nesse contexto, 2008. (Apresentação de Trabalho/ Comunicação). Disponível em: http://www.undb.com.br/includes/local/download.php. Acesso em: 04 mar. 2018.

PROJETO político-pedagógico do Curso de Biblioteconomia. São Luis: UFMA, 2006.

Publicado
2018-11-09