DISPOSITIVOS INTELIGENTES: o uso do RFID em bibliotecas nacionais e internacionais

Thiago Lima Souza, Telma de Carvalho

Resumo


Numa sociedade cada vez mais conectada, emergem novas tecnologias que tendem a impactar as diversas áreas do conhecimento, sociais e culturais. Nesse contexto, desponta a Internet das Coisas (IoT), tendo como premissa interconectar coisas/dispositivos inteligentes a uma rede, onde tais dispositivos têm autonomia nas tomadas de decisões, organização das informações e tornam possível o estreitamento da relação homem x máquina. Este trabalho levanta como problema de pesquisa: quais seriam as experiências brasileiras e estrangeiras em relação aos dispositivos e aplicações mais comumente citados na literatura para uso de IoT em bibliotecas? Como objetivo geral o trabalho pretende levantar aplicações e dispositivos da IoT na literatura brasileira e estrangeira identificando o potencial da IoT para serviços em bibliotecas e, como objetivos específicos pretende: identificar qual dispositivo teve maior índice de uso para implantação em bibliotecas universitárias; levantar relatos de experiências em bibliotecas brasileiras e estrangeiras com o uso de IoT, verificar se o RFID também aparece na literatura estrangeira como o dispositivo mais utilizado, como acontece no Brasil. Trata-se de pesquisa bibliográfica, exploratória e de levantamento de dados na literatura corrente. Como resultados espera-se propor projeto de intervenção para as bibliotecas brasileiras com o uso deste mecanismo no Mestrado Profissional em andamento. Considera-se que o RFID é um dispositivo com amplas possibilidades de aplicações em serviços bibliotecários e
conhecer suas variadas formas de utilização pode trazer benefícios para experiências nacionais.

Palavras-chave


Agente inteligente. Biblioteca. Internet invisível; RFID

Texto completo:

PDF

Referências


CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2002.

DUTRA, M.L.; TORIANI, S. A. Internet das Coisas na prática: desafios e oportunidades. In: PRADO, J. D. (Org.) Ideias emergentes em Biblioteconomia. São Paulo: FEBAB, 2016. p. 86-92 (Cap.4). Disponível em: . Acesso em: 07 jul. 2016

FORTUNE, M. Can RFID save Libraries? RFID Arena, 2012. Disponivel em: . Acesso em: 02 abr 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas 2003.

MASSIS, B. The Internet of Things and its impact on the library, New Library World, v. 117, n. 3/4, 2016. p.289 – 292. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2018

OCLC Online Computer Library Center. The Internet of things: 50 billion connected devices and objects by the year 2020. Next Space, Ohio, n. 24, Jan. 2015. Disponivel em: . Acesso em: 01 mar 2018

PUJAR, S. M.; SATYANARAYANA, K.V. Internet of Things and libraries. Annals of Library and Information Studies, v 62, Sept. 2015, p. 186-190. Disponível em: . Acesso em: 16 fev.2018.

STEFANIDIS, K.; TSAKONAS, G. Integration of library Services with Internet of Things technologies. Code4 Lib Journal, v. 30, n. 6, Oct. 15, 2015. Disponivel em:

ez20.periodicos.capes.gov.br/login.aspx?direct=true&db=lih&AN=111927101&l a ng=pt-br&site=ehost-live>. Acesso em: 02 abr 2018.

WÓJCIK, M. Internet of Things – potential for libraries, Library Hi Tech, v. 34 n. 2, 2016. p. 404 – 420. Disponivel em: . Acesso em: 02 abr. 2018




DOI: https://doi.org/10.33467/conci.v1i2.10232

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Convergências em Ciência da Informação



CONVERGÊNCIAS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO - CONCI

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFS)

Campus São Cristóvão, Cidade Universitária “Prof. José Aloísio de Campos”. 

Av. Marechal Rondon, s/n. Prédio CCSA 1 - Sala 5. Bairro Jardim Rosa Elze. São Cristovão/SE. CEP: 49.100-000

E-ISSN - 2595-4768

QUALIS: B4


Revista membro:

 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA): 

 

 

 Licença Creative Commons

Os trabalhos originais publicados na revista Convergências em Ciência da Informação estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.