ESTUDO DA ACESSIBILIDADE NOS MUSEUS DE ARACAJU: uma investigação

Cristina Almeida Barroso, Dayane Felix Andrade, Lorenna Sayonara Santos

Resumo


O estudo de acessibilidade nos museus de Aracaju tem como objetivo identificar os principais problemas e barreiras para a promoção da inclusão social nos museus. O museu como uma instituição de educação não formal deve proporcionar acesso a todos os tipos de público. O presente trabalho
apresentará o plano que está em desenvolvimento para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 2017/2018 sobre o tema acessibilidade em museus e pretende chegar a um diagnóstico de cada uma das instituições visitadas, entender o motivo por trás de limitações presentes e sugerir soluções para os possíveis problemas encontrados. O plano de trabalho consiste em levantamento de bibliografia acerca do tema, visita a instituições museais de Aracaju, entrevistas, levantamento de legislação vigente, diagnósticos e sugestões de solução para possíveis problemas encontrados. Destes passos, o levantamento bibliográfico, as visitas aos museus, as entrevistas, e o levantamento da legislação que norteiam as ações acerca do assunto aqui abordado já foram realizados. Os resultados preliminares mostram que as instituições vêm se esforçando para garantir acessibilidade a todos os tipos de público, porém foram
encontradas barreiras físicas ou comunicacionais como falta de rampas, elevadores ou etiquetas em braile por exemplo, estas questões serão melhor apresentadas ao longo deste trabalho.

Palavras-chave


Museu; Acessibilidade; Acesso à Informação; Educação não formal

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: .Acesso em: 9 mar. 2018.

CARLETTO, A.; CAMBIAGHI, S. Desenho Universal: um conceito para todos. Disponível em: . Acesso em: 9 mar. 2018.

COLWELL, Peter; MENDES, Elisabete. Temas de Museologia: museus e acessibilidade. Instituto Português de Museus. Lisboa, IPM, 2004.

SARRAF, Viviane Panelli. Reabilitação do Museu: políticas culturais de inclusão social por meio da acessibilidade. 2008. 181 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Departamento de Ciência da Informação, Escola de Comunicações e Artes/USP, São Paulo, 2008.

SASSAKI, Romeu. Inclusão:acessibilidade no lazer, trabalho e educação. Revista Nacional de Reabilitação (Reação), São Paulo, ano. 12, mar./abr. 2009. Disponível em:

_Acessibilidade.pdf?1473203319>. Acesso em: 16 mar. 2017.

TOJAL, Amanda. Políticas públicas culturais de inclusão de públicos especiais em museus. 2007. 322 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.




DOI: https://doi.org/10.33467/conci.v1i2.10277

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Convergências em Ciência da Informação



CONVERGÊNCIAS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO - CONCI

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFS)

Campus São Cristóvão, Cidade Universitária “Prof. José Aloísio de Campos”. 

Av. Marechal Rondon, s/n. Prédio CCSA 1 - Sala 5. Bairro Jardim Rosa Elze. São Cristovão/SE. CEP: 49.100-000

E-ISSN - 2595-4768

QUALIS: B4


Revista membro:

 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA): 

 

 

 Licença Creative Commons

Os trabalhos originais publicados na revista Convergências em Ciência da Informação estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.