QUALIDADE DE SERVIÇOS EM ESPAÇOS PRIVILEGIADOS DA CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA: a percepção dos visitantes do Museu de Arte Moderna Murilo Mendes de Juiz de Fora

Marcelo Calderari Miguel, Ana Cláudia Borges Campos

Resumo


O trabalho apresendepto.ta as percepções e expectativas dos visitantes sobre os serviços ofertados no Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) da Universidade Federal de Juiz de Fora. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, de abordagem quantitativa, visando diagnosticar as dimensões da qualidade: Confiabilidade, Empatia, Garantia, Receptividade e Tangibilidade. A técnica adotada foi a métrica Servqual, com levantamento de dados por survey. Os resultados indicam a validade e consistência da abordagem, evidenciam que os respondentes salientam positivamente a dimensão tangibilidade e apontam um grau relativamente baixo de insatisfação em relação às outras quatro determinantes da qualidade em serviços. Conclui-se que a escala Servqual é apropriada para apurar a qualidade em espaços de educação não formal e, notadamente, na esfera museológica, viabiliza melhoria nas práticas e processo de desenvolvimento de serviços.


Palavras-chave


Dimensões da qualidade; Museu; Qualidade, Servqual; Espaços privilegiados de construção de identidade e memória

Texto completo:

PDF

Referências


BERRY, L. L. Serviços de satisfação máxima: guia prático de ação. Rio de Janeiro: Campus, 1996.

BERRY, L. L.; PARASURAMAN, A. Serviços de marketing: competindo através da qualidade. São Paulo: Maltese-Norma, 1992.

BOURDIEU, P.; DARBEL, A. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público. 2. ed. São Paulo: EDUSP: Zouk, 2007. 239 p.

BRASIL. Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto dos Museus e dá outras providências. Diário Oficial da União (DOU), Brasília, DF, 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2017.

BRASIL. Ministério da Cultura. Museu de Arte Murilo Mendes. Museusbr, Brasília, DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2017.

COOK, C.; HEATH, F.; THOMPSON, R. L. A meta-analysis of response rates in Web-or Internet-based surveys. Educational and Psychological Measurement, Durham, v. 60, n. 6, p. 821-836, Dez. 2000.

CUNHA, M. Um museu em chamas: o caso do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, v. 12, n. 1, p. 1-3, 19 nov. 2018. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

DLAČIĆ, J. et al. Exploring perceived service quality, perceived value, and repurchase intention in higher education using structural equation modelling. Total Quality Management & Business Excellence, v. 25, n. 1-2, p. 141-157, 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2017.

GASPAR, A. Museus e centros de ciências: conceituação e proposta de um referencial teórico. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, USP, São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2016.

GOMES, I.; CAZELLI, S. Formação de mediadores em museus de ciência: saberes e práticas. Ens. Pesqui. Educ. Ciênc., Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 23-46, Abr. 2016 . Disponível em: . Acesso em: 21 nov. 2017.

GOSLING, M. S et al. Avaliando a Qualidade de Serviços em Museu: Validação e Teste de Escala. Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade, v. 8, n. 2, p. 162-176, 2016. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2018.

HALLAL, D. R.; MULLER, D. Educação Patrimonial no Museu Municipal Parque da Baronesa como possibilidade de Turismo Cidadão. Pelotas/RS. RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, [S.l.], v. 2, p. 208-224, dez. 2016. ISSN 2525-7870. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2018.

HOFFMAN, K. D.; BATESON, J. E. G. Princípios de marketing de serviços: Conceitos, Estratégias e Casos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS (IBRAM). O Registro de Museus. Brasília: Ibram/MinC, 2018. 1. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2018.

INTERNATIONAL COUNCIL OF MUSEUMS (ICOM). 9th. General Conference of Museums. France, set. 1971. "The Museum in the Service of Man, Today and Tomorrow". Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2017.

LAS CASAS, A. L. Qualidade total em serviços: conceitos, exercícios, casos práticos. 6. ed São Paulo: Atlas, 2017.

LOURENÇO, C. D. da S.; KNOP, M. F. T. Education in Business Administration High and Services Quality Perception: a SERVQUAL scale application. Review of Business Management, [S.l.], v. 13, n. 39, p. 219-233, july 2011. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2017.

LUCIAN, R.; DORNELAS, J. S. Mensuração de Atitude: Proposição de um Protocolo de Elaboração de Escalas. Revista de Administração Contemporânea, v. 19, n. 2ª Ed. Especial, p. 157-177, 2015. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2017.

MELLO, C. H. P. et al. Gestão do processo de desenvolvimento de serviços. São Paulo: Atlas, 2010.

MENDES, Murilo. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994.

MIGUEL, M. C. Múltiplos olhares em prol da qualidade de serviços biblioteconômicos. Revista ACB, [S.l.], v. 22, n. 2 ESPECIAL, p. 192-207, jul. 2017. ISSN 1414-0594. Disponível em: . Acesso em: 27 Maio 2018.

MIGUEL, M. C.; SILVEIRA, R. Z. Percepções e Expectativas dos Associados da Biblioteca Transcol em Encontro aos seus Dez Anos de Atuação. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, v. 8, n. 2, p. 2021-2041, 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

MUSEU DE ARTE MURILO MENDES (MAMM). Universidade Federal de Juiz de Fora. Plano Museológico: 2015-2018. Juiz de Fora: UFJF, Pró-Reitoria de Cultura, 2015. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

PARASURAMAN, A; ZEITHAML, V. A; BERRY, L. L. Servqual: a multiple-item scale for measuring consumer perceptions of service quality. Journal of Retailing, v. 64, p. 12-40, 1988.

REBELLO, M. A. de F. R. Avaliação da qualidade dos produtos/serviços de informação: uma experiência da biblioteca do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 2, n. 2, p. 80-100, dez. 2004. ISSN 1678-765X. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2018.

SOARES, L. M. F.; SOUSA, C. V. e. Percepção da qualidade de serviços nas bibliotecas da Universidade Federal de Ouro Preto na perspectiva do usuário. Perspectivas em Ciência da Informação, [S.l.], v. 20, n. 2, p. 79-99, jun. 2015. ISSN 19815344. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF). Carta de Serviços ao Cidadão: Museu de Arte Murilo Mendes. Juiz de Fora: UFJF, Pró-Reitoria de Cultura, 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF). Mamm é a primeira instituição da região a receber selo “Museu Registrado”. Juiz de Fora: UFJF, 20 jun. 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF). Museu de Arte Murilo Mendes. Juiz de Fora: UFJF, Pró-Reitoria de Cultura, 2016. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2018.

ZAGO, R. C. de O. M. Museu de Arte Murilo Mendes: aquisições contemporâneas. In: UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Encontro Do Grupo MODOS: histórias da arte em museus. Brasília: UNB, Grupo MODOS, 4., p. 2-3, dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Convergências em Ciência da Informação



CONVERGÊNCIAS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO - CONCI

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFS)

Campus São Cristóvão, Cidade Universitária “Prof. José Aloísio de Campos”. 

Av. Marechal Rondon, s/n. Prédio CCSA 1 - Sala 5. Bairro Jardim Rosa Elze. São Cristovão/SE. CEP: 49.100-000

E-ISSN - 2595-4768

 Esta revista é afiliada à Associação Brasileira de Editores Científicos - ABEC

 

Revista membro:

 

Licença Creative Commons

Os trabalhos originais publicados na revista Convergências em Ciência da Informação estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.