Autoria feminina em Ciência e Tecnologia:

cenário sobre a produção científica na Ciência da Informação

  • Mayara Cintya do Nascimento Vasconcelos Universidade Federal do Ceará http://orcid.org/0000-0001-5644-4135
  • Gabriela Belmont Farias Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Ciência da Informação. Ciência e tecnologia. Gênero feminino. Produção científica. Informação científica.

Resumo

Apresenta de que forma a área da Ciência da Informação vem trabalhando a questão de gênero em suas pesquisas. Para tanto a pesquisa teve como base os artigos disponibilizados na Base de Dados em Ciência da Informação, sobre a temática da participação feminina na produção científica em Ciência e tecnologia. O objetivo do estudo é apresentar um panorama sobre como a temática está sendo abordada na Ciência da Informação. Para a busca na base de dados determinamos os seguintes termos: “estudos de gênero”, “produção científica AND feminina” e “produção feminina”. Após a leitura dos resumos de 128 artigos, foi selecionado 13 artigos para o corpus da análise. As análises mostraram que o tipo de metodologia mais utilizada é a de estudos métricos da informação; as palavras-chave mais utilizadas nos artigos foram: gênero, produção científica, mulheres, Ciência da Informação, indicadores de C&T, estudos métricos, estado da arte e periódico científico. Os anos com maior produção foram 2012, 2017 e 2019. Concluímos que os estudos de gênero em Ciência e Tecnologia carecem de mais atenção na área Ciência da Informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayara Cintya do Nascimento Vasconcelos , Universidade Federal do Ceará

Mestre em Ciência da Informação e  graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará.

Referências

BOLZANI, Vanderlan da Silva. Mulheres na ciência: por que ainda somos tão poucas?. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 69, n. 4, p. 56-59, out. 2017. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252017000400017. Acesso em: 15 abr. 2020.

MELO, Hildete Pereira de; OLIVEIRA, André Barbosa. A produção científica brasileira no feminino. Cadernos Pagu, Campinas, n. 27, p. 301-331, dez. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332006000200012&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 15 abr. 2020.

MINGERS, John; LEYDESDORFF, Loet. A review of theory and practice in scientometrics. European Journal of Operational Research. v. 246, n. 1, p. 1-19, out. 2015.

SILVA, Fabiane Ferreira da; RIBEIRO, Paula Regina Costa. A participação das mulheres na ciência: problematizações sobre as diferenças de gênero. Revista Labrys Estudos Feministas, [s.l.], n. 10, jul./dez. 2011. Disponível em: http://www.tanianavarroswain.com.br/labrys/labrys20/bresil/fabiene.htm. Acesso em: 9 dez. 2019.

SILVA, Fabiane Ferreira da; RIBEIRO, Paula Regina Costa. Trajetórias de mulheres na ciência: “ser cientista” e “ser mulher”. Ciência e Educação, Bauru, v. 20, n. 2, p. 449-466, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132014000200449&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 15 abr. 2020.

Publicado
2020-07-10
Como Citar
VASCONCELOS , M. C. DO N.; FARIAS, G. B. Autoria feminina em Ciência e Tecnologia:: cenário sobre a produção científica na Ciência da Informação . ConCI: Convergências em Ciência da Informação, v. 3, n. 2, p. 5-21, 10 jul. 2020.