Gestão eletrônica de aquisição de fontes de informação

uma proposta para sistemas de bibliotecas universitárias

Palavras-chave: Aquisição de fontes de informação, Desenvolvimento de coleções, Formação de coleções, Gestão de processos

Resumo

O desempenho das instituições de ensino superior, nas atividades de ensino, pesquisa e extensão, é condicionado à existência de fontes de informação que atendam às demandas da comunidade universitária. Nesse contexto, objetiva-se propor modelo de gestão eletrônica de aquisição de fontes de informação, como parte de um sistema integrado de gestão eletrônica de formação e desenvolvimento de coleções. Este tem por base uma pesquisa exploratório-descritiva, desenvolvida a partir de levantamentos bibliográficos e documentários, e de pesquisa de campo junto ao Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Alagoas. Há na literatura diferentes modelos teórico-metodológicos de formação e desenvolvimento de coleções, porém, o modelo sistêmico é o mais utilizado. No sistema desta instituição, a seleção é realizada com base nas sugestões dos coordenadores de cursos via sistema eletrônico. A aquisição é realizada pelas modalidades de compra, doação e permuta. A primeira, realizada por meio de pregão eletrônico, apresenta algumas dificuldades. Propõe-se um fluxo para a melhor gestão desse processo, considerando a integração entre atividades e a interoperabilidade entre os sistemas que gerenciam atividades acadêmicas e administrativas da instituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Rodrigues dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

Graduaçaõ em Biblioteconomia, Curso de Biblioteconomia, Instituito de Ciências Humanas Comunicação e Artes, Universidade Federal de Alagoas.

Edivanio Duarte de Souza, Universidade Federal de Alagoas

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Mestre em  Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba. Graduado em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba. Graduado em Direto pela Universidade Estácio de Sá. Professor Associado co Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes da Universidade Federal de Alagoas.

Referências

ANDRADE, D.; VERGUEIRO, W. Aquisição de materiais de informação. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1996.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

JOHNSON, P. Fundamentals of collection development and management. 30. ed. Chicago, USA: Ala editions, 2014.

KHAN, S. I.; KHAN, M. A. Desenvolvimento de acervo na Biblioteca Maulana Azad (AMU) e na Biblioteca Central da Universidade de Delhi: um estudo comparativo. Brazilian Journal of Information Science, Marília (SP), v. 4, n. 2, p. 3-21, jul./dez. 2010. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/index. Acesso em: 06 fev. 2020.

LANCASTER, F. W. Avaliação de serviços de bibliotecas. Brasília, DF: Briquet de Lemos/ Livros, 2004.

MARCONDES, C. H.; SAYÃO, L. F. Integração e interoperabilidade no acesso a recursos informacionais eletrônicos em C&T: a proposta da Biblioteca Digital Brasileira. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 3, p. 24-33, set./dez. 2001. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/909/946. Acesso em: 09 out. 2020.

MATTOS, A. M.; DIAS, E. J. W. Desenvolvimento de coleções em bibliotecas universitárias: uma abordagem quantitativa. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 14, n. 3, p. 38-60, dez. 2009. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/214. Acesso em: 06 fev. 2020.

MCGARRY, K. O contexto dinâmico da informação: uma análise introdutória. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1999.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petropólis, RJ: Vozes, 2016.

MONTANA, M. M. et al. Desenvolvendo coleções em cooperação: relato de experiência do GT Livros Impressos do Comitê Brasileiro de Desenvolvimento de Coleções (CBDC). Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, p. 1409-1422, 2017. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1017. Acesso em: 06 fev. 2020.

NASCIMENTO-ANDRE, S. L. Coleções em bibliotecas universitárias: manifestações da produção científica. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 17, n. 34, p. 57-85, maio/ago. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2012v17n34p57. Acesso em: 08 fev. 2020.

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa social: método e técnica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

ROWLEY, J. A biblioteca eletrônica. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 2002.

SANTA ANNA, J. Desenvolvimento de coleções no sistema de bibliotecas da UFES: comparativo entre os modelos teóricos de Evans e Baughman e proposta de adequação ao modelo de Evans. Biblionline, João Pessoa, v. 12, n. 2, p. 155-169, abr./jun. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/27933/15715. Acesso em: 06 fev. 2020.

SANTA ANNA, J. Gestão de coleções e sua abrangência nas práticas bibliotecárias: análise da percepção dos alunos de Biblioteconomia. Biblionline, João Pessoa, v. 13, n. 3, p. 93-106, jul./set. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/35993/19242. Acesso em: 06 fev. 2019.

SERRA, L. G.; SANTARÉM SEGUNDO, J. E. Modelos de negócios, bibliotecas e livros digitais. Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 27, n. 3, p. 131-143, set./dez. 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/31307/pdf. Acesso em: 06 fev. 2020.

SOUTO, L. F. (Org.). Gestão da informação e do conhecimento: práticas e reflexões. Rio de Janeiro: Interciência, 2014.

SOUZA, E. D.; DIAS, E. J. W; NASSIF, M. E. A gestão da informação e do conhecimento na Ciência da Informação: perspectivas teóricas e práticas organizacionais. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 21, n. 1, p. 55-70, jan./abr. 2011. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/pbcib/article/view/12987. Acesso em: 11 out. 2020.

TAMMARO, A. M.; SALARELLI, A. A biblioteca digital. Brasília: Briquet de Lemos, 2008.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. Plano de Atualização e Manutenção do Acervo. Maceió, 2018. Disponível em: http://www.ufal.edu.br/unidadeacademica/ics/graduacao/bacharelado/documentos/acervo/plano-de-atualizacao-e-manutencao-do-acervo. Acesso em: 10 fev. 2020.

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Polis; APB, 1989.

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções: uma nova visão para o planejamento de recursos informacionais. Ciência da Informação, Brasília, v. 22, n. 1, abr. 1993. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/512/512. Acesso em: 08 fev. 2020.

VERGUEIRO, W. O futuro das bibliotecas e o desenvolvimento de coleções: perspectivas de atuação para uma realidade em efervescência. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, nov. 1997. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/629/413. Acesso em: 08 fev. 2020.

VERGUEIRO, W. Seleção de materiais de informação. 3. ed. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2010.

WEITZEL, S. R. Desenvolvimento de coleções: origem dos fundamentos contemporâneos. Transinformação, Campinas, v. 24, n. 3, p. 179-190, set./dez. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tinf/v24n3/a03v24n3.pdf. Acesso em: 11 out. 2020.

WEITZEL, S. R. O desenvolvimento de coleções e a organização do conhecimento: suas origens e desafios. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, p. 61-67, jan./jun. 2002. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/414/227. Acesso em: 08 fev. 2020.

Publicado
2020-12-31
Como Citar
SANTOS, R. R. DOS; SOUZA, E. D. DE. Gestão eletrônica de aquisição de fontes de informação: uma proposta para sistemas de bibliotecas universitárias. ConCI: Convergências em Ciência da Informação, v. 3, n. 3, p. 128-157, 31 dez. 2020.