A TRAJETÓRIA DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO NO ESTADO DE SERGIPE (1984-2017)

Salim Silva Souza, Maristela do Nascimento Andrade, Josefa Eliana Souza

Resumo


Esta pesquisa é uma contribuição aos estudos da História da Educação sobretudo da Biblioteconomia e Documentação no Estado de Sergipe, realizada por meio de uma contextualização histórica abordando duas fases distintas: a primeira que abrange o período da implantação do primeiro curso na Faculdades Integradas Tiradentes (atual Universidade Tiradentes - UNIT) bem como seu encerramento; e a segunda que abrange o período do ressurgimento do curso, desta vez oferecido pela Universidade Federal de Sergipe - UFS. O estudo enfatiza aspectos do papel do bibliotecário e quanto esse profissional tem se desenvolvido na região. O trabalho esta fundamentado teoricamente a partir das pesquisas produzidas por Ortega (2009), Silva e Freire (2012), Fonseca (2007), Santos e Rodrigues (2013), entre outros, tendo como metodologia aplicada para execução desta analise levantamento bibliográfico e visitas técnicas. Espera-se com este trabalho mostrar a importância do curso de Biblioteconomia e Documentação em Sergipe na formação do bibliotecário no tratamento, seleção e disseminação do conhecimento e informação para a sociedade sergipana.


Texto completo:

PDF

Referências


AMARO, Júlio César dos Santos. REUNI – Um programa de apoio a planos de expansão e reestruturação das universidades públicas federais: o caso da UFS. 2015, 123 f. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.

Associação Profissional dos Bibliotecários e Documentalistas de Sergipe – APBDSE. Disponível em:

AULETE, Caldas. Novíssimo dicionário contemporâneo da língua portuguesa. Rio de Janeiro, Lexikon, 2011.

Avaliações externas do MEC dão nota 4 a cursos da UFS. Jornal do dia online. Disponível em Acesso em 19 de julho 2014

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). 2006. Disponível em: Acesso em 23 maio, 2016.

BRASIL. Decreto nº 90.628, de 5 de dezembro de 1984. Autoriza o funcionamento do curso de Biblioteconomia das Faculdades Integradas Tiradentes. Diário Oficial, Brasília, DF, 06 dez. 1984. Seção 1, p. 18140. Legislação Federal e Marginália.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Do parecer de Autorização para funcionamento de curso projeto de Biblioteconomia. Parecer normativo, n. 406/84, de 07 de junho de 1984. Relator: Fernando Gay da Fonseca. Legislação Federal e Marginália. Disponível em: Acessado em 15 maio, 2016.

_____. Do parecer de Reconhecimento do curso de Biblioteconomia. Parecer normativo, n. 310/87, de 07 de abril de 1987. Relator: Ib Gatto Falcão. Legislação Federal e Marginália. Disponível em: Acessado em 15 maio, 2016.

_____. Autorização do curso de Educação Física nas Faculdades Integradas Tiradentes (Fase projeto e sua execução). Parecer normativo, n. 31/94, de 02 de fevereiro de 1994. Relator: Raulino Tramontin. Legislação Federal e marginália. Disponível em: Acessado em 15 maio, 2016.

_____. Ministério da Educação e Cultura. Do parecer de Reconhecimento da Universidade Tiradentes. Parecer normativo, n. 735/94, de 01 de agosto de 1994. Relator: Raulino Tramontin. Legislação Federal e Marginália. Disponível em: Acessado em 15 de junho de 2016.

CARVALHO, Maria Sônia Santos. Disponível em

CASTRO, César Augusto. História da biblioteconomia brasileira. Brasília: Thesaurus Editora, 2000. 287 p.

COSTA, Zerlaide Pimentel Cavalcante. Disponível:

Departamento de Ciência da Informação – DCI. Disponível em: Acesso em 15 de jun, 2017

DIEHL, Astor A. Do método histórico. Passo Fundo: Ediupf, 1997.

FONSECA, Edson Nery da. Introdução a biblioteconomia. São Paulo: Pioneira, 2007.

FRAGMENTA. Aracaju: FITS, 1993 (Edição especial).

ORTEGA, Cristina Dotta. Surgimento e consolidação da Documentação: subsídios para compreensão da história da Ciência da Informação no Brasil. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 14, número especial, p. 59-79, 2009.

_________________________. Relações históricas entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. DataGramaZero, v. 5, n. 5, out. 2004. Disponível em: < http://www.dgz.org.br/out04/Art_03.htm>. Acesso em: 30 mar. 2014.

PORTAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. Disponível em Acesso em 16 dez, 2017

QUEIROZ, Napoleão dos Santos. Entrevista concedida a Salim Silva Souza. Aracaju, 10 out. 2017.

SANTOS, Ana Paula Lima dos, RODRIGUES, Mara Eliane Fonseca. Biblioteconomia: gênese, história e fundamentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, v. 9, n. 2, p. 116-131, jul./dez. 2013.

SILVA, Jonathas Luiz Carvalho, FREIRE, Gustavo Henrique de Araújo. Um olhar sobre a origem da Ciência da Informação: indícios embrionários para sua caracterização identitária. Revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 17, n. 33, p. 1-29, jan./abr., 2012.

SIQUEIRA, Jéssica Câmara. Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação: história, sociedade, tecnologia e pós-modernidade. Perspectivas em Ciência da Informação, v.15, n.3, p.52-66, set./dez 2010.

SOCIEDADE da Informação. São Paulo: Saraiva, 2007.

STOCKER, Cláudia Terezinha. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/2042876958930610

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE. Disponível em:

_____. Capes aprova mais dois mestrados na UFS. São Cristóvão, 11 jan., 2017. Disponível em: Acesso em 15 dez, 2017

_____. Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Biblioteconomia. São Cristóvão: [s. n.], 2011. 144p

_____. CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprova a criação do Curso de Biblioteconomia e Documentação. Resolução n° 23/2008/CONSU de 22 de agosto de 2008.

_____. CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO. Aprova Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Biblioteconomia e Documentação e dá outras providências. Resolução 37/2008/CONEPE de 27 de maio de 2008.

_____._____. Aprova alteração no Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Biblioteconomia e Documentação - Bacharelado e dá outras providências. Resolução 95/2011/CONEPE de 03 de outubro de 2011.

_____. _____. Aprova a Departamentalização e Ementário do Núcleo de Graduação em Ciência da Informação e dá outras providências. Resolução 96/2011/CONEPE de 3 de outubro de 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Escola de Biblioteconomia. Projeto político pedagógico do curso de bacharelado em Biblioteconomia. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2010. Disponível em: < http://www2.unirio.br/unirio/cchs/eb/copy_of__Projeto>. Acesso em: 28 maio, 2016.

UNIVERSIDADE TIRADENTES. Projeto Pedagógico do Curso de Letras-Português da UNIT. Aracaju: UNIT, 2001.

WALTER, Maria Tereza Machado Teles. Bibliotecários no Brasil: representações da profissão. (Tese de Doutorado em Ciência da Informação – Departamento de Ciência da Informação e Documentação - Universidade Brasilia. Brasília, 2008

VIEIRA, Afonso Valter. As tipologias, variações e características da pesquisa de Marketing. Revista da FAE, v.5, n.1, p.61-70, jan./abr. 2002. Disponível em . Acesso em: 19 set., 2016.

VIEIRA, Rosa Gomes. Disponível em:




DOI: https://doi.org/10.33467/conci.v1i3.8144

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Convergência em Ciência da Informação



CONVERGÊNCIAS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO - CONCI

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFS)

Campus São Cristóvão, Cidade Universitária “Prof. José Aloísio de Campos”. 

Av. Marechal Rondon, s/n. Prédio CCSA 1 - Sala 5. Bairro Jardim Rosa Elze. São Cristovão/SE. CEP: 49.100-000

E-ISSN - 2595-4768


Revista membro:

 

 

Licença Creative Commons

Os trabalhos originais publicados na revista Convergências em Ciência da Informação estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.