A RELAÇÃO EXISTENTE ENTRE MINORIAS E MAIORIA E O CONSTITUCIONALISMO PÓS-CONTEMPORÂNEO

  • Alexandre Alves Santos UFMG

Resumo

O futuro da humanidade é construído no presente, pois, as relações sociais existentes nos dias atuais são as
sementes plantadas na contemporaneidade, que germinarão num futuro não tão distante. Neste sentido,
este artigo busca estudar a relação contida entre as lutas dos quadros representativos, a administração
pública e seus subordinados, pois, são as políticas definidas pelo Estado de hoje que produzirão o homem
da pós-contemporaneidade. Para tanto, deve-se observar o comportamento de cada quadro no objetivo de
avaliar estas ações numa concepção nacional, qual seja, o bem-estar social através de um Estado realmente
presente e comprometido com os seus, não dado à corrupção. Tal trabalho desenvolveu-se através de
pesquisa bibliográfica associada à epistemologia empírica, mostrando a relação existente entre quadros,
Estado e o cidadão com viés constitucionalista, na busca de hipóteses de homem na póscontemporaneidade.

Biografia do Autor

Alexandre Alves Santos, UFMG

Pesquisador de Iniciação Científica (Graduando em Letras/UFMG) vinculado ao Grupo de Pesquisa
Intermapas (Estudos Empíricos de Mapeamentos de Semântica, Sintaxe e Fonologia em Segunda Língua).

Publicado
2021-03-22