Nicho cultural nerd-geek como possibilidade de pesquisa visando o protagonismo juvenil da educação profissional tecnológica

Resumo

Esse artigo discute uma perspectiva de possibilitar o protagonismo juvenil na Educação Profissional Tecnológica de nível Médio. Para tanto, propõe-se evidenciar pesquisas conduzidas por estudantes do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional como pesquisadores de realidades sociais, políticas e culturais, em especial o “nichos cultural nerd-geek”. Toma-se a pesquisa como princípio pedagógico, alinhado a visão de juventude como constructo de sujeitos repletos de atos e vozes, atores protagonistas de sua própria construção intelectual e cultural. Apresentamos de forma suscinta pesquisas realizadas no âmbito institucional do PIBID-EM, no lócus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, campus Campo Grande, no âmbito do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional. Essas pesquisas desenvolveram-se na esteira da teoria da Cultura da Convergência (JENKINS, 2009) e investigaram objetos de estudos frutos da relação entre os pontos dessa teoria com as atividades inerentes do nicho cultural nerd-geek. Esse estudo, que faz parte de um projeto de pesquisa de pós-doutorado que aborda a atuação do nicho cultural nerd na Educação Profissional Tecnológica, aponta para a relevância de atividades de pesquisa como uma forma de se promover o protagonismo juvenil na integração curricular apregoada aos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

Biografia do Autor

Anderson Martins Corrêa, IFMS

Doutor em Educação, Professor do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Arnaldo Pinheiro Mont’Alvão Júnior, IFMS

Pós-Doutor em Letras, Doutor em Letras, Professor do Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFMS).

Publicado
2021-03-22