Revista Eptic

ARevista Eptic, ISSN 1518-2487, classificada como QUALIS B1, na área de Ciências Sociais Aplicadas I,  é produzida Observatório de Economia e Comunicação (OBSCOM) e  vinculada aos programas de pós-graduação em Comunicação (PPGCOM), Economia (NUPEC), da Universidade Federal de Sergipe.

Criada em 1999, a partir de um projeto de organização de uma rede de pesquisadores a partir dos grupos de trabalho de Economia Política da Comunicação da ALAIC (Asociación Latino-americana de Investigadores de la Comunicación) e da INTERCOM (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação).

Este periódico eletrônico quadrimestral, é a única publicação do país a tratar especificamente da Economia Política da Comunicação e da Cultura, tendo forte impacto na sua área específica de atual, tanto em nível nacional quanto internacional.

Divergindo do pensamento único, na multiplicidade organizacional, o grupo de pesquisadores da Rede Eptic foca seus estudos em Economia Política da Comunicação, em tópicos como o processo de oligopolização da mídia, as políticas de comunicação, as inovações na área informacional, a funcionalidade da cultura no capitalismo e os lugares da democracia e da diversidade nessas dinâmicas, sendo protagonista na organização dos estudos críticos em Economia Política da Comunicação no Brasil, na América Latina e na Europa, onde atua em parceria com a Ulepicc (Unión Latina de Economía Politica de la Información, la Comunicación y la Cultura), entidade em cuja fundação teve papel protagonista


Imagem para capa da revista

REVISTA EPTIC CHAMADA DE ARTIGOS PARA O DOSSIÊ TEMÁTICO “50 anos da televisão pública brasileira”.

Prazo para submissão dos artigos: 05 de junho de 2017

Data de publicação da revista: setembro de 2017

Coordenadoras do Dossiê temático: Profª Dra. Ivonete da Silva Lopes (Universidade Federal de Viçosa -UFV) e Profª Dra. Patrícia Maurício (PUC-Rio).

 EMENTA

 Setembro de 2017 marca os 50 anos da televisão pública brasileira, que nasceu sob a denominação educativa.  A data serve de mote para reflexões sobre a radiodifusão pública, que na sua trajetória tem ficado relegada à complementaridade do setor privado em razão do pouco investimento financeiro e ausência de uma política pública de fortalecimento do setor. Cenário que se agrava no momento atual da política brasileira com a precarização da comunicação pública tanto no âmbito nacional, envolvendo a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), quanto no das emissoras estaduais.

A partir da perspectiva crítica da Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (EPC), o dossiê acolhe trabalhos teóricos sobre comunicação pública e estudos empíricos que analisem o sistema público na sua complexidade ou especificidade. Os textos podem fazer referência ao contexto brasileiro, incluindo as razões pelas quais a radiodifusão pública no Brasil é relegada a um status inferior; estudos comparativos; ou trazer experiências internacionais de radiodifusão pública. Serão aceitos artigos que abordem temas como: política de comunicação para comunicação pública; estrutura do sistema público; gestão de canais públicos; modelo de financiamento; relações de trabalho; programação; telejornalismo público; digitalização e participação social.

 

Para submissão consultar as regras no link  http://www.seer.ufs.br/index.php/eptic/about/submissions#onlineSubmissions

 

 

Espanhol

La REVISTA EPTIC, producida por el Observatorio de Economía y Comunicación (OBSCOM) de la Universidad Federal de Sergipe (UFS), informa que está abierta hasta el 5 de junio la llamada de trabajos para la edición sept-dic. 2017, vol. 19, n. 3, la cual tendrá como tema de su dosier temático “50 años de la televisión pública brasileña”.

 

Plazo final para envio: 05/06/2017

Coordinadoras del Dosier Temático: Profª Dra. Ivonete da Silva Lopes (Universidad Federal de Viçosa -UFV) e Profª Dra. Patrícia Maurício (PUC-Rio).

 RESUMEN

 En Septiembre de 2017 se conmemoran los 50 años de la televisión pública brasileña, la cual nació bajo denominación de educativa. Esta fecha sirve como excusa para generar reflexiones sobre la radiodifusión pública, que durante su trayectoria ha quedado relegada a la complementariedad del sector privado, debido a la poca inversión financiera y la ausencia de una política pública de fortalecimiento del sector. Este escenario se agrava a un más bajo la coyuntura política brasileña actual, la cual ha precarizado la comunicación pública tanto a nivel nacional, incluyendo la Empresa Brasil de Comunicación (EBC), como en el nivel de las emisoras en los estados.

 Desde la perspectiva crítica de la Economía Política de la Información, la Comunicación y la Cultura (EPC), este dosier recibe trabajos teóricos sobre comunicación pública y estudios empíricos que analicen el sistema público en su complejidad y en sus especificidades. Los textos pueden hacer referencia al contexto brasileño, incluyendo las razones por las cuales la radiodifusión pública en Brasil es relegada a un estatus inferior; estudios comparativos; o recuperar experiencias internacionales de radiodifusión pública. Serán aceptados artículos que aborden temas como: política de comunicación para comunicación pública, estructura del sistema público, gestión de canales públicos, modelo de financiamiento, relaciones de trabajo, programación, periodismo de televisión público, digitalización y participación social.

 Para someter artículos, consultar las reglas de publicación

http://www.seer.ufs.br/index.php/eptic/about/submissions#onlineSubmissions

 

 

Inglês

Call for papers for special thematic issue

The REVISTA EPTIC (EPTIC MAGAZINE), produced by the Observatório de Economia e Comunicação (Observatory of Economy and Communication) – OBSCOM - of the Universidade Federal de Sergipe (Federal University of Sergipe) - UFS, Brazil,  invites for papers until June, 5, for the edition of Sep-10. 2017, vol.19, n.3, adressing the following theme: "50 years of Brazilian public television".

 Deadline for submission: 05/06/2017

Coordinators of the special thematic issue: Prof. Dr. Ivonete da Silva Lopes – Universidade Federal de Viçosa – UFV (Federal University of Viçosa);

Prof. Dr. Patrícia Maurício – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio (Pontifical Catholic University of Rio de Janeiro).

 EMENTA

 September 2017 marks the 50th anniversary of Brazilian public television, which was born as  educational. The date leads to reflections on public broadcasting, which in its trajectory has been relegated to the complementarity of the private sector due to the lack of financial investment and lack of a public policy to strengthen the sector. A scenario that worsens in the current moment of Brazilian politics with the precarization of public communication both at the national level, involving the Empresa Brasil de Comunicação (Brazil Communications Company) – EBC – and state broadcasters.

 From the critical perspective of the Political Economy of Information, Communication and Culture (EPC), this special issue welcomes theoretical works on public communication and empirical studies that analyze the public system in its complexity or specificity. The papers may refer to the Brazilian context, including the reasons why public broadcasting in Brazil is relegated to a lower status; comparative studies; or international experiences of public broadcasting. We will accept papers that deal with themes such as: communication policy for public communication; structure of the public system; management of public channels; business model; work relationships; programming; public telejournalism; digitalization and social engagement.

 Complete guidelines for submission can be found at http://www.seer.ufs.br/index.php/eptic/about/submissions#onlineSubmissions