Plataformização e trabalho algorítmico: contribuições dos Estudos de Plataforma para o fenômeno da uberização

  • Ana Guerra Universidade Federal de Minas Gerais
  • Fernanda da Costa Portugal Duarte

Resumo

A pesquisa empregou metodologia mista e experimental, combinando entrevistas em profundidade com quatro motoristas Uber de Belo Horizonte, observação de grupos de motoristas no Whatsapp e no Facebook e estudo da materialidade técnica do aplicativo de trabalho, o Uber Driver. O artigo propõe discussão do que vem sendo nomeado de “uberização do trabalho” à luz das contribuições dos Estudos de Plataforma, caracterizando o fenômeno como uma manifestação do trabalho algorítmico e plataformizado. Reivindica-se um olhar que o compreenda a partir das materialidades da mediação técnica implicada no trabalho dos motoristas Uber e do gerenciamento algorítmico da força de trabalho. 

Biografia do Autor

Ana Guerra, Universidade Federal de Minas Gerais
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais, com bolsa de fomento CNPq
Publicado
2020-05-24