Análise da política pública de televisão paga no Brasil, à luz da EPC

Da agenda à reformulação e concorrência com o streaming

  • Ana Beatriz Lemos da Costa Universidade de Brasília

Resumo

O artigo apresenta as etapas da política pública do serviço de televisão por assinatura no Brasil, sob a perspectiva da Economia Política da Comunicação. Parte-se da observação das relações de poder presentes nas etapas da política pública, até a reformulação da Lei do Serviço de Acesso Condicionado, frente ao crescimento da concorrência com os serviços de streaming de audiovisual. As considerações finais apontam que, apesar da retração da televisão por assinatura, as empresas de telecomunicações permanecem na busca de novos mercados, incluindo o de conteúdo pela internet, mantendo velhos e novos atores nas disputas pelas políticas de comunicação no país.

Biografia do Autor

Ana Beatriz Lemos da Costa, Universidade de Brasília

Mestra em Comunicação pela Universidade de Brasília (2017). Atualmente é auditora federal de controle externo do Tribunal de Contas da União.

Publicado
2022-10-07