Políticas de Comunicação no Brasil

Uma visão geral dos dois primeiros anos do governo Jair Bolsonaro

  • Fernando Oliveira Paulino Universidade de Brasília
  • Jonas Valente
  • Liziane Guazina
  • Marcos Urupá UnB - Universidade de Brasília
  • Mariana Martins de Carvalho Universidade de Brasília

Resumo

Este artigo faz uma análise das políticas de comunicação implementadas nos dois primeiros anos do governo Bolsonaro (2019-2020) em três frentes. A primeira diz respeito às questões que o governo Bolsonaro mais abordou, incluindo órgãos reguladores, comunicação institucional, radiodifusão, telecomunicações, acesso à Internet e proteção de dados.A segunda frente diz respeito ao papel do governo nas políticas implementadas.Mostra-se como a administração liderou as iniciativas regulatórias vis-à-vis às iniciativas de outros ramos da República brasileira.Apresenta-se uma análise das políticas implementadas, considerando o marco dos direitos humanos na comunicação elaborado pela Unesco. Nas conclusões, resume-se a análise, tendo em vista tais diretrizes.

Biografia do Autor

Fernando Oliveira Paulino, Universidade de Brasília

Doutor (2008, com estágio na Universidad de Sevilla) e mestre (2003) em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB). Professor em cursos de pós-graduação e graduação na UnB.

Jonas Valente

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (UnB), pesquisador da Universidade de Oxford.

Liziane Guazina

Doutor em Comunicação Social pela Universidade de Brasília (UnB). Integrante do Laboratório de Políticas de Comunicação (Lapcom) da UnB.

Marcos Urupá, UnB - Universidade de Brasília

Doutor em Comunicação pela Universidade de Brasília – UnB. Integrante do Laboratório de Políticas de Comunicação – LaPCom/UnB e do Grupo de Estudos em Direito das Telecomunicações da UnB - Getel.

Mariana Martins de Carvalho, Universidade de Brasília

Doutora em Comunicação Social pela Universidade de Brasília (UnB). Integrante do Laboratório de Políticas de Comunicação (Lapcom) da UnB.

Publicado
2022-10-07