Esferas públicas, intelectuais e mídia: inclusão e exclusão social nas teorias da democracia

Heitor Costa Lima da Rocha, João Carlos Ferreira Correia, Ana Serrana Telleria

Resumo


A partir das reflexões de Gramsci, Habermas, Taylor e outros teóricos vinculados às teorias dialógicas de democracia, bem como de Schumpeter, Parsons e Luhmann, identificados com as teorias elitistas, o trabalho discute a atuação política da mídia e dos intelectuais nas esferas públicas. Este embate expõe a distinção entre a instrumentalização da mídia e da esfera pública para preservação da estrutura de poder e as possibilidades de transformações sociais, especialmente com o contributo das novas tecnologias de comunicação

Palavras-chave


Democracia; esfera pública; mídia; intelectuais

Texto completo:

PDF