Praia: cultura, convivialidade e trabalho

  • Elisabeth Loiola Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Paulo Miguez - Universidade Federal da Bahia (UFBA) Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Palavras-chave: praia, economia da praia, práticas socioculturais, práticas socioprodutivas

Resumo

Este artigo apresenta e analisa resultados de pesquisa realizada em 2006 e apoiada pelo Sebrae e Prefeituras Municipais de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari, que mapeou e caracterizou empreendimentos, trabalhadores e frequentadores das praias de Piatã (Salvador), Ipitanga (Lauro de Freitas) e Guarajuba (Camaçari) na Bahia com o objetivo de sugerir uma agenda para a formulação de políticas públicas para as três praias pesquisadas.

Biografia do Autor

Elisabeth Loiola, Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Doutora em Administração (1998) pela Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professora Associada III da Escola de Administração e do Núcleode Pós Graduação em Administração da UFBA. Pesquisadora1-D do CNPq.
Paulo Miguez - Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Professor AdjuntoII do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (UFBA); docentepermanente e ex-coordenador do Programa Multidisciplinarde Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (UFBA); pesquisador doCentro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT-UFBA). Entre2003 e 2005 foi assessor do Ministro Gilberto Gil e Secretáriode Políticas Culturais do MinC. De 2008 a 2011 integrou oConselho Estadual de Cultura da Bahia.
Publicado
2013-02-27