“PROJETO OU CIRCUNSTÂNCIA” – RELATO DA ANÁLISE QUALITATIVA DA ESCOLHA PELO CURSO DE PEDAGOGIA

  • Maria de Lourdes Sá Earp
  • Priscila Andrade M. Rodrigues
  • Cecília Maria Marafelli

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever o processo de análise das motivações relatadas por estudantes de  universidades cariocas que os levaram ao Curso de Pedagogia. As respostas geraram relatos que foram analisados de maneira qualitativa. A análise mostrou que existem diferentes razões para os estudantes escolherem o curso de Pedagogia. Alguns estudantes escolhem Pedagogia por razões circunstanciais e outros escolheram Pedagogia por razões profissionais. Entre os que desejam ser professores há um grupo cuja escolha se deu antes do curso, denominada de “escolha precoce”, e outros que a fizeram durante o curso, que chamamos de “escolha tardia”. Há também um grupo de estudantes de Pedagogia que não desejam ser professor nem pedagogos. A questão do dom para o magistério é citada por muitos estudantes que pretendem ser professor, seja os que fizeram sua escolha anterior ao curso e seja pelos que a fizeram posteriormente.   
Seção
Dossiê: INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DOCENTE EM CONTEXTOS INTERNACIONAIS