MULHER NEGRA: UMA ABORDAGEM HISTORIOGRÁFICA

  • Edenar Souza Monteiro
  • Maria de Lourdes Fanaia

Resumo

O texto objetiva ressaltar as relações raciais por meio da abordagem sobre a mulher negra. A metodologia utilizada foi a construção historiográfica. Nesta abordagem utilizamos variados documentos constituídos no século XIX como, por exemplo, os relatórios de polícia, relatórios presidente província, fontes cartoriais e paroquiais, jornais, obras literárias e os livros didáticos atuais para discutir as relações raciais enfatizando a mulher negra, objeto do nosso estudo. As fontes documentais utilizadas foram fundamentais por trazerem um universo de informações, porém, para decifrarmos procuramos analisar o lugar de quem fala, para quem fala, de onde fala e por que fala. Dessa forma  discutir sobre a mulher afro no contexto escravista é uma forma de legitimar vozes silenciadas (ORLANDI, Eni.1995),  é poder especificar  várias singularidades longe das naturalizações depreciativas.

Seção
SEÇÃO LIVRE