A CONSTRUÇÃO DAS IDENTIDADES LÉSBICAS EM AS TRAÇAS, DE CASSANDRA RIOS

  • Juliana Moreira de Sousa

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar uma análise da construção das identidades lésbicas no romance As traças, de Cassandra Rios. O livro oferece acesso à produção cultural e artística de uma escritora que aborda a homoafetividade em algumas de suas diversas possibilidades, operando com formas distintas de apresentação e reconhecimento dessas identidades. Além disso, a narrativa pode ajudar a refletir sobre as vantagens e os problemas de se estabelecer uma categoria lésbica, principalmente para a literatura. A leitura do romance é empreendida sob a ótica dos estudos lésbicos e da crítica feminista, contando, sobretudo, com autoras como Monique Wittig (2019), Adrienne Rich (2010) e Tânia Navarro-Swain (1999, 2004).
Seção
Dossiê Temático 2: Africanidades e questões de gênero latino-americanas