JACKSON DO PANDEIRO: NEGRO-VIDA

  • Hernany Donato de Moura

Resumo

O trabalho em questão tem o interesse de apresentar a importância da vida do ritmista Jackson do Pandeiro tomando como parâmetro a construção do forró como expressão literária popular corrente no período de transição entre o século XIX - XX. A perspectiva teórica dialoga diretamente com a literatura clássica e com o cânone literário, entretanto sem deixar de conferir o protagonismo afro-brasileiro. Como metodologias foram analisadas vida e obra de Jackson do Pandeiro, selecionando algumas letras importantes ao repertório do cantor entre 1953-1977. Observamos em suas composições elementos da cultura afro-brasileira identificando o forró como literatura oral.

Publicado
2020-04-26
Seção
Dossiê: PROCESSOS DECOLONIAIS EM TERRITÓRIOS INDÍGENAS E AFRODESCENDENTES