O GEMGe NA FORMAÇÃO DE EPISTEMES DE SUBVERSÃO NO CAMPO EDUCACIONAL

  • Raimunda Nonata da Silva Machado
  • Simone Cristina Silva Simões

Resumo

A produção científica feminina sobre mulheres, no campo da educação, é uma das políticas e pedagogias do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Educação, Mulheres e Relações de Gênero (GEMGe), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Este artigo propõe refletir sobre a atuação, deste grupo, como espaço propulsor de produção científica feminina. Faz uso de pesquisa bibliográfica e documental para investigar o que tem sido produzido por mulheres, sobretudo, em Dissertações de Mestrado de integrantes do GEMGe. O estudo evidencia a potência do GEMGe na formação de epistemes de subversão, que contribuem na renovação da historiografia da educação maranhense, tendo em vista a ênfase, deste grupo, na análise de processos decoloniais ao destacar as memórias de práticas educativas e saberes escolares protagonizadas por mulheres professoras, a partir de seus lugares de fala (RIBEIRO, 2017; SPIVAK, 2010).

Publicado
2020-04-26
Seção
Dossiê: PROCESSOS DECOLONIAIS EM TERRITÓRIOS INDÍGENAS E AFRODESCENDENTES