DESCOBERTA DA DIFERENÇA EM “A MENSAGEM”, DE CLARICE LISPECTOR

Midiane Mércia Viana Oliveira, Sandra Maria Pereira do Sacramento

Resumo


O artigo apresenta uma análise do conto clariceano “A mensagem”, percebendo o desvelamento da diferença entre os sexos que ocorre ainda na adolescência.  Para tanto, a pesquisa bibliográfica fundamenta-se em Gotlib (2009) pesquisadora da vida e da obra de Clarice Lispector; Badinter (1993), Beauvoir (2008), Bourdieu (1999) e Butler (2007, 2012) autoras que abordam questões referentes aos estudos de gênero, uma vez que estes mostram que a delimitação de papéis sexuais é de cunho social e discursivo, embora por vezes tenha sido justificada por uma naturalização do que seriam características próprias ao feminino e ao masculino. Os resultados demonstram que ainda que ocorra a identificação e a cumplicidade entre personagens de sexos diferentes, o rompimento acontece, pois eles são preparados para exercer papéis cuja existência os antecedem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES