ANÁLISE DE DISCURSO CRÍTICA, PODER E CONSTRUÇÃO DE INDENTIDADES

  • André Lúcio Bento

Resumo

Neste trabalho, discutem-se as noções de identidade e diferença, social e discursivamente construídas, fragmentadas e representadas em um espaço de disputa pelo poder, o que envolve sistemas simbólicos e ideológicos. Com essa convicção, este artigo tem o objetivo de refletir sobre tais noções com base a partir das contribuições teóricas de Bauman (1999; 2001 e 2005) acerca do queele propõe emtermos da modernidade líquida e com base nas contribuições teóricas de Giddens (2002) sobre o queele denomina de modernidade tardia. Outros aportes teóricos encontram-se em Woodward (2000) Hall (2000; 2005) Silva (2000) e Castells (2006)  A presente reflexão teórica situa-se nos limites da Análise de Discurso Crítica (ADC) Sendo em vista que o discurso é um elemento constitutivo das identidades sociais, conforme Fairclough (2001; 2003).
Seção
SEÇÃO LIVRE