DO MITO À MEMÓRIA NA LITERATURA INFANTOJUVENIL DE ALINA PAIM

  • Ana Leal Cardoso

Resumo

Este artigo traz uma reflexão sobre a literatura infantojuvenil de Alina Paim a partir da análise domito e do maravilhoso no conto A casa da coruja verde, (1962), contextualizando a importância dafantasia para a formação cultural, ética e psicológica da criança. Teoricamente, exploram-seconceitos de mitocrítica defendida por Gilbert Durand com suas bases campbelliana e junguiana.Baseia-se, também, nos estudos de Tzvetan Todorov, Carolina Marinho e Nelly Novaes Coelho sobreas teorias dos contos de fadas e seu universo maravilhoso.
Seção
SEÇÃO LIVRE