INFÂNCIA E PATRIMÔNIO MATERIAL CULTURAL INFANTIL NO TERRITÓRIO DE MAIORIA AFRODESCENDENTE: BOM JUÁ, SALVADOR/BAHIA.

Rosivalda dos Santos Barreto

Resumo


Esse artigo é parte da pesquisa em andamento na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará, cujo tema é Patrimônio Cultural, Infância e Identidade no Bairro do Bom Juá: Salvador-BA. Busca destacar as filosofias subjacentes ao Projeto Pedagógico da Escola Comunitária de Bom Juá e os objetivos do Projeto Cidade Educadora da Editora Aymará. Assinala o “bairro” como de maioria afrodescendente e propõe a utilização do patrimônio cultural material infantil e o da comunidade para dinamizar o processo educativo, adequando o conteúdo à realidade e ao fazer discente. A metodologia é a afrodescendente de pesquisa. Conclui que a filosofia da escola se baseia na teologia da libertação e as correntes teóricas subjacentes à pedagogia da escola devem ser revisadas contemplandoopatrimônio material cultural infantilparaa implementação da lei 10.639/03.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA FÓRUM IDENTIDADES
Itabaiana: GEPIADDE. 

ISSN 1982-3916

 

INDEXADORES