GÊNERO, FAMÍLIA E RELAÇÕES ÉTNICORRACIAIS: UM ESTUDO SOBRE AS ESTRATÉGIAS ELABORADAS POR MULHERES NEGRAS E BRANCAS PROVEDORAS NAS RELAÇÕES QUE ESTABELECEM COM A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS (AS)

  • Tânia Aretuza Ambrizi Gebara
  • Nilma Lino Gomes

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo central compreender a relação estabelecida entre famílias monoparentais conduzidas por mulheres provedoras negras e brancas, pertencentes às camadas populares e a educação de seus filhos (as) dentro e fora da escola. É uma abordagem qualitativa, especificamente um estudo etnográfico a se realizar em duas fases. A primeira fase é exploratória, onde selecionamos os sujeitos e a escola. A segunda fase consistirá no trabalho de campo, que se deterá ao acompanhamento das mães e das crianças selecionadas. O objetivo central e as indagações da pesquisa se apóiam em uma constatação teórica: a ausência de estudos, no campo educacional, que tenham como sujeito as famílias constituídas por mulheres provedoras, pobres e a relação estabelecida entre estas e a educação de suas crianças. Somando a essa questão as dimensões da raça e do gênero, a lacuna é ainda mais significativa. Essa constatação reforça a realização do presente estudo.
Seção
DOSSIÊ: EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ETNICORRACIAIS: LEGADO AFRICANO